Diversas mulheres ainda desconhecem que a disfunção sexual feminina está ligada à falta de desejo sexual, lubrificação insuficiente, dificuldade em ficar excitada, incapacidade de atingir o orgasmo ou dor durante a atividade sexual. Justamente por desconhecer o motivo, elas se culpam por não sentirem prazer durante a relação com o parceiro, sentem vergonha e não procuram ajuda. Segundo uma pesquisa realizada pelo Projeto Sexualidade (Prosex), da Universidade de São Paulo, 34,6% das brasileiras sofrem com a falta de desejo sexual.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O estresse, o cansaço e a insegurança podem fazer com que o sexo não seja realmente aproveitado. O que as mulheres esquecem é que as relações sexuais são ótimos calmantes, é importante não pensar em mais nada e aproveitar o momento. É nessas horas que os florais entram em cena para dar um help. Alguns atuam como afrodisíacos naturais, enquanto outros ajudam a eliminar as neuras e sentimentos ruins, o que causa um aumento na libido.

“Se você está procurando algo para medos, carência e autoestima, temos o Chicory. Para o mau humor e a irritação, o Holly é uma boa pedida, enquanto para as mágoas o Willow pode ser usado. Para a ansiedade e a insônia, temos os florais de Bach Impatiens e o White Chestnut. O Clematis pode ser usado para levar energia ao chakra básico, que é responsável pela sexualidade. Com a ajuda desses florais de Bach, você vai ser capaz de se sentir mais disposta e energizada, aumentar a libido e se entender com o seu parceiro”, explica Marcia Rissato, terapeuta floral formada pelo Instituto Bach do Brasil.

Já a Nathalia Carravetta, especialista em desenvolvimento de aromas da L’eponge, indica aromas como ylang-ylang, manjerona e âmbar branco. “Eles têm o poder de aumentar a autoestima da mulher e serem ótimos tônicos sexuais”, afirma Nathalia. Já os aromas de rosa, almíscar, jasmim e patchouli são indicados para ativar o relacionamento afetivo com o parceiro, além de serem muito usados para criar uma atmosfera amorosa e romântica.