A boulangerie Guerin, entre outras delícias, especializada em baguetes e mil-folhas - Foto: Divulgação

Copacabana é, hoje, o epi­centro de um revival da gastronomia francesa no Brasil. Cerca de três déca­das após os chefs Paul Bocuse e Gaston Lenôtre terem se instala­do nos antigos hotéis Le Meridien e Rio Palace, respectivamente, Dominique Guerin e Pierre Cornet-Vernet abrem dois endereços très chics. As boulangeries Guerin e Paradis, ambas na movimenta­da Nossa Senhora de Copacabana, tra­zem glamour ao bairro mais eclético do Rio – se não do mundo.

Mil-folhas é uma das especialidades da Guerin - Foto: Divulgação

Ao repro­duzir as receitas da família, datadas de 1921 – o ano está impresso nas emba­lagens e também corresponde à época em que sua família abriu uma boulan­gerie na França -, Guerin fez uma au­têntica padaria e confeitaria francesa. Parte da produção é acompanhada pe­los clientes, por meio de uma parede de vidro. Tudo o que se come é fresquinho, feito no dia. Baguetes, croissants, tarte­letes, eclairs e o (incomparável) mil-fo­lhas agradaram o público e, até o fim do ano, Guerin abre uma filial no Jardim Botânico.

A Paradis é outra opção de confeitaria em Copacabana - Foto: Divulgação

Na mesma Nossa Se­nhora de Copacabana está a elegante Paradis, do chef pâtissier Pierre Cornet­-Vernet. Macarons coloridos saltam aos olhos de longe. Novidade: vão ganhar sabores brasileiros, como brigadeiro, doce de leite, açaí e banana. Mas Pierre faz também sorvetes e chocolates incrí­veis.

Assine a Harper’s Bazaar