Maçã - Foto: Divulgação
Maçã – Foto: Divulgação

Por Roberta Lowndes

Shana Tová é a saudação tradicional do Rosh Hashanah e significa “Bom ano” (em hebraico: שנה טובה). Eu gosto da versão Shana Tovah Umetukah, ou “Um ano bom e doce”.

Na tradição o desejo de que o ano que chega seja doce e para que as pessoas sejam capazes de fazer autocríticas e melhorar, a maçã, símbolo do pecado do egoísmo, molha-se em mel para mitigá-lo. Que seja ‘inscrito e selado no Livro da Vida’.

Pensei que uma deliciosa tarte tatin regada com mel de flor de laranjeira podia simbolizar deliciosamente e ser um lindo presente de Rosh Hashanah. Shana Tovah Umetukah, “Um ano bom e doce” para todos!

Ingredientes para o Pâte Brisée (massa)
125 g de farinha
70 g de manteiga
1 colher de café de açucar
1/2 colher de café de sal
1/2 copo d’água fria

Ingredientes para o caramelo
75 g de manteiga (separados em montes de 50 g + 25 g)
200 g de açúcar (separados em porções de 100 g + 100 g)
6 maças (em média)

Modo de preparo
Faça um caramelo com 50 g de manteiga e 100 g de açúcar já na forma que vai assar a torta. Quando o caramelo estiver lindo, dourado, claro, tire do fogo e coloque a maçã descascada e cortada em um leque até centro da forma, bem caprichado. Gosto de cortar a maçã mais fina e voltar à forma com as maçãs no fogo para secar um pouco da água, fica mais caramelizada. A receita do “Larrouse” fala em “fogo doce”, gostei da figura de linguagem, pois, nesse momento tem que ficar super de olho e com nariz atento para não queimar o caramelo. Descanse por cinco minutos, e coloque as outras 100 g do açúcar 100 por cima da maçã, e o restante das 25 g da manteiga em pedacinhos. Cubra com a massa: eu salpico açúcar por cima para ficar mais crocante. Asse em forno baixo até dourar. Para desenformar, tem que estar quentinha para o caramelo desgrudar bem e as maçãs saírem perfeitas da forma. E aí é sempre aquela surpresa deliciosa a hora que você levanta a forma. Voilá!

Adoro fazer também com pera ou banana, vi que pode ser com manga e raspas de lima. Fiquei curiosa para experimentar. Minha favorita é com abricot seco, invenção da minha mãe, quem conhece ela sabe que é maravilhosa. Para o abricot seco turco, é necessário hidratá-lo antes, dando uma fervida na água, depois escorrendo excesso. Fica super caramelizado, divino. Você pode dar uma salpicada de canela, se gostar.

Leia mais:
Smore’s: aprenda a fazer uma “gordice” de marshmellow

Pera - Foto: Divulgação
Pera – Foto: Divulgação
Manga com raspas de limão - Foto: Divulgação
Manga com raspas de limão – Foto: Divulgação
Banana - Foto: Divulgação
Banana – Foto: Divulgação
Abricot - Foto: Divulgação
Abricot – Foto: Divulgação