Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Bruno Geraldi

Por Igor Zahir

Entre a turma de foodies e rostos que exprimem o lifestyle paulistano, Lena Mattar é uma daquelas pessoas que você precisa conhecer. Sommelière pelo Le Cordon Bleu de Paris e com formação técnica em cozinha pela Escola Wilma Kovesi, ela juntou todas as suas paixões para se dedicar à comunicação gastronômica de restaurantes, chefs, produtos e empresas do universo A e B.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Hoje, ela atende estabelecimentos como Ici Bistro, Tappo Trattoria, Komah, Bráz Elettrica, Mensa, Kez Bagel & Café, Quitanda e Cia Orgânica de café. Para completar, assina uma newsletter e ótimo site de receitas, e é sócia do Kiro, primeiro switchel (bebida-mania à base de água, gengibre, mel e vinagre de maçã) do Brasil.

Quintanda São Paulo - Foto: Divulgação
Quintanda São Paulo – Foto: Divulgação

Com esse perfil, ficamos surpresos quando Lena revelou para Bazaar: “confesso que tomo mais vinho em casa do que na rua (risos). Isso porque cozinho muito em casa e gosto de acompanhar minha refeição com uma taça (ou duas!). Além disso, sou consultora da Quitanda – mercado super bacana de Pinheiros -, o que acaba me rendendo muitas amostras a serem degustadas. E por último, porque é sempre mais em conta beber bem em casa do que na rua”.

Ainda assim, ela revelou seus lugares preferidos em São Paulo para apreciar uma boa taça de vinho – ou várias, como ela mesma disse.

Wine Bar

Sede 261 - Foto: Reprodução/Instagram
Sede 261 – Foto: Reprodução/Instagram

“O lugar que eu mais frequento e mais gosto é o Sede 261, das sommelières Daniela Bravin e Cassia Campos. Fica numa rua super charmosa de Pinheiros e a ideia de tomar um vinho ao ar livre, despretensiosamente na calçada, me agrada muito! Elas sempre têm uma bela seleção de vinhos e muitas novidades. Também gostei muito do Beverino, em Santa Cecília. Acho que a proposta é parecida no sentido de ser um lugar simples, tranquilo e para beber na calçada. Mas ali o foco são os vinhos orgânicos e naturais”.

Na mesa

Enoteca Saint Vinsaint - Foto: Divulgação
Enoteca Saint Vinsaint – Foto: Divulgação

“Não sou a maior consumidora de vinhos em restaurantes, mas gosto da carta do Capivara, feita pelo Bruno, dono do Beverino; gosto também da seleção da Enoteca Saint Vinsaint e da carta do Mensa – que inicialmente fui eu que fiz, mas hoje é muito bem tocada pela Heloisa Giraldi -, pois tem uma seleção pequena, mas bem legal e com excelente custo-benefício. Ah, e estou bem curiosa para conhecer a carta do restaurante Cepa, feita pela sommelière Gabrielli Fleming”.

Onde comprar

Loja Anima Vinum - Foto: Divulgação
Loja Anima Vinum – Foto: Divulgação

“Sou suspeita, mas adoro a Quitanda e já comprava vinhos lá mesmo antes de trabalhar pra eles. São vinhos em diversas faixas de preço e estilos. Também adoro visitar a importadora/loja De la Croix, que fica numa vilinha super charmosa dos Jardins e que promove diversas degustações abertas ao público. Recentemente conheci a seleção da Anima Vinum, especializada na região da Borgonha, e achei muito boa”.

*Igor Zahir é winehunter e lifestyle influencer

Leia mais:
Três vinhos para harmonizar com chocolates
Vinhos e filmes que combinam uns com os outros
Quatro lugares para sair do trivial no almoço em São Paulo