Foto: Giovanna Gebrim
Foto: Giovanna Gebrim

A Beira está toda azul. Depois de uma coleção baseada em tons escuros, Lívia Campos investiu na cor por um motivo muito simples: dar vida aos materiais que já estavam em estoque. As peças, que receberam pinceladas e aquarelas brancas, também variam na textura, por terem sido construídas em algodão, seda e poliamida, entre outros materiais.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

“As formas são sempre um processo que crio ao pensar na próxima calça ou na próxima blusa”, disse a designer sobre a criação do que ela chama de “família de produtos”, por uma peça derivar da outra. Um dos detalhes interessantes da desconstrução da alfaiataria da Beira estão nas costas: as palas foram cortadas em godê e meio círculos, criando volumetria com babados nas camisas e casacos.

Veja dez coisas que amamos na nova coleção da Beira:

Os bolsos

Foto: Giovanna Gebrim
Foto: Giovanna Gebrim

Os bolsos aumentaram e se tornaram detalhes das peças, com caimento mais solto e aplicados em diversos locais.

A costura

Foto: Giovanna Gebrim
Foto: Giovanna Gebrim

Lívia inovou nas costuras e decidiu deixá-las maiores, com três centímetros. A ideia é que a peça vá se desgastando e desfiando conforme é usada e lavada.

Oversized

Foto: Giovanna Gebrim
Foto: Giovanna Gebrim

Seguindo o mood da coleção, as barras, punhos e golas também foram apresentadas em tamanhos maiores, dando destaque à região.

As costas

Foto: Giovanna Gebrim
Foto: Giovanna Gebrim

As costas guardavam os maiores detalhes: o corte e a costura do local acrescentaram volume e babados às peçãs.

A cartela

Foto: Giovanna Gebrim
Foto: Giovanna Gebrim

A cartela de cores da coleção foi toda baseada no azul. Diversos tons se misturavam – diversas vezes na mesma peça – e pinceladas de branco clarearam o desfile da Beira.

O decote

Foto: Giovanna Gebrim
Foto: Giovanna Gebrim

O decote que mais apareceu na linha foram o decote mais usado na coleção.

O tênis

Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite
Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite

O modelo clássico Chuck Taylor All Star na cartela da coleção.

O moleton

Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite
Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite

Entre diversos materiais usados, o moletom foi um dos destaques, principalmente usado para criar peças fluidas.

A peça

Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite
Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite

O camisão feminino, com shape oversized, é a peça-desejo apresentada pela Beira.

A sobreposição

Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite
Foto: Reprodução/Zé Takahashi/Fotosite

A sobreposição de camadas foi um dos recursos usados para reconfigurar os shapes.

Leia mais:
10 looks que amamos do verão 2020 da PatBo
10 coisas que amamos do desfile da Modem no SPFWN48
10 coisas que amamos do desfile de Lilly Sarti no SPFWN48
10 coisas que amamos do desfile de Reinaldo Lourenço da SPFWN48