Bianca Marques/Foto: Lucas Landau

Por Gabriel Weil

Degas, cisnes e tule. A estilista Bianca Marques estreia no Fashion Rio com uma coleção inspirada no balé.

Durante o ensaio da bailarina Ana Botafogo, que se apresenta no desfile, a estilista fala sobre sua carreira e sobre a coleção prestes a ser apresentada: “A Ana é minha madrinha. Eu sou fã não só da bailarina, mas da pessoa Ana Botafogo e de tudo o que ela representa, além de sua perseverança e história de vida. Esse desfile celebra as facetas da Ana, que comemora 35 anos de carreira. Uma coincidência maravilhosa”.

Bianca, que já apresentava suas coleções em desfiles beneficentes e no Rio-à-Porter, conta que o trabalho duro de realizar uma coleção não mudou. No entanto, ela diz ter guardado a inspiração no balé para esse momento especial. “Um dia ia acontecer. E esse momento é ótimo.”

Bailarina clássica apaixonada, ela conta como o balé influencia seu trabalho. “Não é nada de Cisne Negro. Eu gosto de balé porque é uma coisa que eu vivi a vida inteira e faz parte do que eu sou. O balé é a minha ginástica”.

A estilista estudou na ESMOD, em Paris, onde aprendeu sobre diferentes aspectos do design de moda. Apesar de trabalhar principalmente sob medida, ela diz que hoje em dia a mulher não perde uma festa por causa da roupa: “A gente troca os acessórios, passa um batom e, com a mesma roupa vai do trabalho para a festa”.