Vestido e sandálias Versace. Cabelo: Sally Hershbergerpara Sally Hershberger 24K; maquiagem: Porsche Cooper para Tom Ford Beauty - Foto: Jason Schmidt
Vestido e sandálias Versace. Cabelo: Sally Hershberger
para Sally Hershberger 24K; maquiagem: Porsche Cooper para Tom Ford Beauty – Foto: Jason Schmidt

Por Laura Brown

Anna Ewers, 23 anos, fala ao telefone enquanto joga pingue-pongue em Williamsburg, no Brooklyn, o lar espiritual das modelos dessa idade.“Estou jogando como se me exercitasse”, diz, em tom de brincadeira.A modelo germânica acrescenta, muito germanicamente:“Ontem, joguei por duas horas. E hoje vou jogar de novo!”.

Na verdade, é um raro momento em que está em casa. Nas três primeiras semanas do ano já tinha ido para o México, Barbados e Los Angeles. O seu hype, conquistado com o desfile de primavera 2014 de Alexander Wang, não dá sinais de diminuir.Além de mais de 100 editoriais e capas de revistas – ela é um dos rostos de Wang, Balenciaga e Boss –, com uma pincelada de sombra se transforma de minimalista teutônica em Bardot.

Para a sessão com Francesco, Anna foi ela mesma – ou, pelo menos, uma versão Versace dela própria. Quando sugeri que tivesse um retrato pintado pelo artista, agarrou a oportunidade.“É incrível ele ter me pintado. É um artista superfamoso, então é bacana de verdade”, diz.“Acho que captou bem como sou”,conta, a respeito das duas horas de pose.“E fizemos algumas paradas para fumar, o que foi ótimo.”

O interesse da modelo pela arte é antigo (para alguém que tenha 23 anos de idade). Sua pintura favorita é a assombrosa Christina’s World, de Andrew Wyeth. Como tantas outras garotas, comprou uma versão do quadro em cartão-postal em uma loja de museu.“Não sei por que gosto tanto”, pondera.“Simplesmente, é uma pintura impressionante.” Também ama a fotografia de Sebastião Salgado.“Vou aos museus e acabo me perdendo neles.” Para ela, os 20 e poucos anos têm dado certo até aqui.“Provavelmente, foi a parte mais emocionante da minha vida.Tem muita coisa acontecendo.” Embora esteja mais estabelecida, ao mesmo tempo está muito mais ocupada.“Recebo cada vez mais trabalho, mas estou entrando no ritmo e me acostumando a viajar tanto.” E acrescenta, gabando-se um pouco:“Ah, eu durmo a qualquer hora, em qualquer lugar.” E o café? “Consigo beber um monte de café e dormir logo depois.Acho que é porque sou jovem.” (inserir um gemido de todas as mulheres do mundo na casa dos 30).

Sua carreira relativamente curta já teve muitos destaques.“Minha primeira capa da Harper’s Bazaar”, observa, prudentemente, sua estreia nas nossas páginas, no ano passado.“Meu primeiro desfile da Balenciaga. Minha primeira campanha da Prada, porque foi minha primeira grande campanha. E minha primeira campanha para Alexander Wang, que foi, com certeza, a mais emocionante. Eu estava começando e mal podia acreditar naquilo.”

Ao perguntar sobre uma mulher mais velha que admire, responde, adorável:“Daria Werbowy [que tem 32]. Ela é superlegal, não frequenta muito as redes sociais, e acho que se importa demais com a moda – como se eu não me importasse.”Anna ainda não conhece Daria,“mas sua carreira é incrível e ela é muito bacana”.

O estilo de Anna também é muito bacana. Ela veste muito Alexander Wang, já que é amiga do estilista. “Tenho um monte de suéteres de cashmere azul-marinho e cinza”, diz.“Chega a ser um problema.” Para sair à noite, veste “um pretinho básico, saltos pretos, algo nos olhos, lábios bonitos.” Cuidados com a pele? “Adoro a Weleda. É alemã. É boa.” Destino predileto? “Meu sonho é ir à Mongólia.Vou em agosto. Preciso ir a lugares mais selvagens do que Paris, Milão e Londres.” Finalmente, refeição favorita? “Espaguete à bolonhesa.Eu não devia comer isso com muita frequência, mas como.”Ah,as alegrias de ter 23 anos.