Da esquerda para á direita: Lanvin, Tod’s e Christian Dior, todos verão 2014 – Fotos: divulgação
Da esquerda para á direita: Lanvin, Tod’s e Christian Dior, todos verão 2014 – Fotos: divulgação

 

Por Sylvain Justum

Na contramão do forte ressurgimento da estética tomboy, o look mulherzinha ganha refresh em versões mais contemporâneas, menos vintage, nas quais a cintura permanece marcada, mas a saia volumosa ganha a companhia de modelos lápis, sempre pelos joelhos ou, como manda o mood atual, em comprimento mídi. Como receita para atualizar a ideia entram tops práticos, t-shirts, regatas e camisas de modelagem masculina, peças urbanas e low-profile – mas não menos luxuosas –, sem dúvida um primeiro reflexo do movimento dress down, que, parece, vai dominar a moda global nas próximas estações.

A proposta é democrática. Seja você uma mulher exuberante ou minimalista, é perfeitamente possível, em ambos os casos, cultivar a essência de uma lady. Estampas e bordados devem ser equilibrados com complementos de linhas simples; texturas são bem-vindas, pois garantem a informação de um look, a princípio, básico. Mire-se no exemplo da Lanvin, que sofistica o uniforme da parisienne com um providencial trançado no decote da blusa branca que faz par com a impecável saia-lápis preta.

Foto: arquivo Harper's Bazaar/ Fabio Bartelt
Foto: arquivo Harper’s Bazaar/ Fabio Bartelt

Minimal impregnado de sex-appeal. O cinto largo ajusta a silhueta e dá o toque final. Solução semelhante à adotada por Alessandra Facchinetti em sua coleção de estreia à frente da Tod’s. Com uma singela camisa branca vestida displicentemente e uma linda saia cinza, evasê e cheia de movimento, com pedrarias aplicadas apenas na barra, Alessandra constrói um dos looks mais cool da estação. De cós marcado pelo cintão e salto baixo, mais o cabelo preso “meio nem aí” e a bolsa carregada feito saco de pão, a imagem é um belo exemplo da nova lady.

Estamos diante de uma mulher segura, real, que consegue ser feminina sem grandes esforços e cuja delicadeza não se mede, necessariamente, por frufrus e tons adocicados. Ah, mas você é uma romântica inveterada e não abre mão de viver num mundo cor-de-rosa? Prabal Gurung pensou no seu caso.

Seu verão 2014 abusa da cartela pastel, chegando a combinar batom, top, saia e sapatos lilás, em um total look de ares esportivos. A Burberry também faz a linha sweet e tem na monocromia lavanda um trunfo tão forte quanto as pedras enfileiradas na saia de laise. Usada com t-shirt de textura semelhante, a produção está mais para o dia-a-dia do nosso século do que para conto de fadas.

Make nada, a mesma atitude nonchalante para carregar a bolsa e voilà! A ideia já está nas ruas; escolha a sua maneira de ser uma lady do seu tempo.

Assine a Harper’s Bazaar