A moda masculina está crescendo duas vezes mais do que a feminina no setor de luxo, revelou uma análise recente. E quem mais ajuda nesse crescimento? Os chineses.

A empresa de consultoria Bain & Co revelou que o mercado de luxo masculino, que abocanha 40% do mercado global faturou 234 bilhões de dólares e tem crescimento de 14% ao ano, enquanto o feminino só tem crescido 8%.

“A China tem o maior mercado de objetos de luxo do mundo, em termos de crescimento”, noticiou a Reuters nessa segunda-feira (12.12). “Com aumento das vendas, em média, cerca de 20 a 25 por cento ao ano, e os homens compondo três quartos desse mercado, estimamos um crescimento de mercado em cerca de US$ 30.5 bilhões em geral.”

Os grandes grupos de luxo como a LVMH de Bernard Arnault e o conglomerado PPR – que detém a Gucci, Yves Saint Laurent, Stella McCartney, entre outras – estão investindo pesado para expandir suas marcas masculinas na Asia.

Algumas das marcas de luxo masculina que mais fazem sucesso atualmente no mercado asiático são Giorgio Armani, Burberry, Hugo Boss e Ermenegildo Zegna. Segundo previsões de Bernard Malek, parceiro da empresa de consultoria estratégica Roland Berger, “Neste passo, os consumidores chinese irão, de médio a longo prazo, tomar 70% do mercado de luxo global”.

 
Foto: Getty Images