Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Sylvain Justum,

Roberto Cavalli viaja aos anos 1920 para passar o próximo verão. Mas ele vai de moto, pelo deserto, cruzando com cobras e tribos locais. Foi meio por aí o desfile do italiano, hoje, em Milão. Os muitos vestidos saem dos Anos Loucos, bordados, vazados, texturizados, com pedrarias e desenhos Art déco, direto para os próximos red carpets.

Nos ombros, estolas de pele; nos pés, sandálias de amarrações intermináveis, meio fetichistas. Mas também poderia ser um óculos aviador no rosto, uma jaqueta de couro ou um blazer estampado de píton, para usar com calça e pegar a estrada.