Ana Beatriz Lerario-Geller lança marca inspirada em seu closet

Brasileira radicada em Nova York apresenta a grife Anais

by redação bazaar
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Por Cris Peixoto

Era uma tarde quente de verão quando Ana Beatriz Lerario-Geller me recebeu no seu showroom, em um espaçoso loft em Tribeca. O prédio não poderia ser mais nova-iorquino: a entrada, sem glamour, abriga no térreo um brechó, enquanto uma escada leva a um estúdio de ioga e balé. Um único e antigo elevador de carga, que tem lá o seu charme, serve a todos os inquilinos.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A sensação de autenticidade que o lugar transmite é um dos pontos fortes, na opinião da estilista, que acaba de lançar a marca Anais. “É o reflexo de quem sou, do que uso no dia a dia”, explica ela. Aliás, o projeto é uma expressão tão forte da sua relação com a moda que o nome da marca é uma brincadeira com o seu próprio nome: Ana… is. “É verdadeira com o que acredito”, reforça a designer paulistana que partiu para Nova York no final dos anos 1990, logo após o término da graduação na Faculdade Santa Marcelina, com planos de fazer um curso de inglês de três meses.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Um estágio na Marc Jacobs fez Ana mudar os planos. “Quase morri de alegria quando consegui”, relembra. Estava dado o pontapé inicial de sua carreira. “Era uma época legal, porque a marca ainda era pequena, supercool e tinha acabado de entrar para a LVMH.” De estagiária, ela passou a braço direito do estilista Marc Jacobs, em quatro anos de empresa, com total liberdade para desenvolver suas ideias. A trajetória profissional ganhou outro rumo quando resolveu acompanhar seu então diretor, Richard Chai, para a TSE Cashmere, onde assumiu a função de head designer da linha TseSay Cashmere.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O próximo salto foi em 2005, com a criação do seu próprio showroom, FiftyTwo, que segue firme até hoje: além da marca própria, Lerario Beatriz - que comandou até 2011 -, o espaço apresenta outras ainda desconhecidas do grande público. Há cerca de seis meses, ela recebeu, de Los Angeles, o desafio de criar uma nova grife. Na Anais, sua paixão por bordados é evidente. A influência vem, por exemplo, de festas populares brasileiras.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A proposta é levar para o cenário urbano peças ricas em detalhes combinadas com jeans e chinelos, um de seus looks preferidos. “Não se trata de uma roupa preciosa, mas especial”, explica Ana, que também aposta no sustentável, driblando a ideia de estação e trabalhando com fábricas têxteis que tenham “selo verde”.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

É esse caráter atemporal que permitiu uma ousadia: comandar o projeto à distância. É que Ana, o marido – o designer Robert Geller, que ela conheceu quando estava na Marc Jacobs – e as três filhas embarcaram há poucas semanas em uma viagem pelo mundo. “Não é um ano sabático, apenas diferente.” As meninas farão homeschooling e a estilista já tem mil planos de como combinar os livros de história medieval com visitas a castelos da época. Uma love story pessoal e profissional com cenas dos próximos capítulos.