foto: divulgação
Edgardo e Naty – foto: divulgação

Pergunte a qualquer aficionada por sapatos quais são suas marcas preferidas e há grandes chances de que a Aquazzura esteja entre as top 5. Fundada em 2011 pelo designer colombiano Edgardo Osorio e por seu parceiro, Ricardo D’Almeida Figueiredo, a empresa viu o tamanho de seu negócio e de sua produção triplicar nos últimos dois anos, tornando-se uma das grifes de acessórios que cresceram mais rápido recentemente (estimativas do mercado indicam receita anual de mais de € 20 milhões). Em outras palavras, é a mais nova queridinha do mundo dos calçados. A partir deste mês, a neolabel vai acrescentar um pouco mais de história e tradição ao seu repertório, com uma coleção Aquazzura X Naty Abascal, parceria entre a etiqueta baseada em Florença, na Itália, e a ex-modelo e socialite espanhola.

“Logo que vi Naty Abascal, sua beleza radiante me pegou imediatamente”, relembra Edgardo, em entrevista exclusiva à Bazaar, sobre a primeira vez em que avistou sua musa. “Fiquei fascinado pela inesgotável energia, sem falar na curiosidade e sua imensa experiência. Naty esteve na moda nos anos 1960, 1970, 1980 e 1990, e, provavelmente, é uma das mulheres mais bem informadas da atualidade. Já foi musa de Valentino, Oscar de la Renta, Salvador Dalí e Andy Warhol.” E, agora, da Aquazzura também.

Em um trabalho de quatro mãos, a ex-modelo e ícone de estilo criou uma minicoleção de 11 modelos de sapatos, inspirados na paixão de ambos por talismãs e amuletos de sorte, como o mau-olhado (olho grego) e a mão de Fátima. “Queria rever a história e o passado de Naty. Ela nasceu em Sevilha e, por isso, há uma característica muito cigana na coleção. Queria que fosse a alma da linha, mas com um aspecto de alta-costura – os sapatos perfeitos para ela usar com seus vestidos couture”, explica Edgardo.

O primeiro encontro entre eles aconteceu, brevemente, durante uma premiação para jovens criadores na Itália. E foi o suficiente para despertar admiração máxima nele. Tempos depois, o designer a convidou para uma festa em Florença, “onde eles me deram meu primeiro par Aquazzura, uma sandália Belgravia prata muito confortável”, continua Naty. Pronto, a admiração virou recíproca. “Apoiei desde o início.” E, quando recebeu a proposta para assinar essa colaboração, aceitou de imediato. “Foi tudo muito natural”, diz. “Eu e Edgardo somos apaixonados por beleza em todas as suas formas de representação, por descobrir novos lugares, culturas… Tudo o que enriquece o nosso olhar e a nossa personalidade.”

O ponto de partida foi o próprio closet de Naty. Cheio de peças de alta-costura e joias feitas sob medida para a ex-modelo, que já estampou diversas capas de Harper’s Bazaar ao longo dos anos. “Foi muito fácil trabalhar com ela. Sinceramente, não encontramos nenhum desafio”, releva Edgardo. “Esse tipo de colaboração é uma ótima maneira de unir duas mentes criativas para criar algo completamente rico em personalidade. Afinal, ao trabalhar em dupla, você precisa combinar o gosto do seu parceiro com o seu para, finalmente, chegar em algo único e original.”