Delphine Komorowski em São Paulo - Foto: divulgação
Delphine Komorowski em São Paulo – Foto: divulgação

Por Camilla Bello

O restaurante Chez Oscar, em São Paulo, foi, nessa quarta-feira (05.11), palco do almoço oferecido por Delphine Komorowski, diretora de prospecção internacional da Galeries Lafayette, em Paris.

O happening celebrou o lançamento do novo espaço Lafayette Maison & Gourmet que reúne, em um único local, os melhores nomes da gastronomia francesa. Bazaar bateu um papo com Delphine, que falou, entre outras coisas, sobre a impressão que tem da moda nacional. Confira:

Harper’s Bazaar – Esta é a 10ª vez que você vem ao Brasil. Qual o motivo de tantas visitas?
Delphine Komorowski – Dentro da América do Sul, o Brasil é o mercado mais importante e, com o desenvolvimento da economia, vem crescendo gradativamente. Por isso fazemos questão de estar, ano a ano, observando, estudando e conhecendo melhor o perfil dos brasileiros. Para oferecer sempre um melhor serviço.

HB – Qual a sua impressão sobre a moda brasileira, e que mudanças você percebeu nesse período de tempo?
DK – Pela minha experiência, eu percebo que o mercado, assim como o senso de moda dos clientes brasileiros, está cada vez mais sofisticado e refinado. O que, para nós, é muito interessante, já que os produtos que oferecemos na Galeria focam exatamente neste público.

HB – Qual é o espaço que a Galeries Lafayette reserva para o Brasil?
DK – Temos uma área, ainda pequena, para os criadores brasileiros. Pouco a pouco estamos investindo no crescimento do número de marcas presentes. A moda praia carioca e, claro, as Havaianas têm os produtos mais procurados e vendidos.

HB – A Galeria Lafayette é o segundo ponto mais visitado pelos turistas brasileiros que vão a Paris. Existe algum atendimento diferenciado para nós?
DK – Estamos cada vez mais atentos ao crescimento do mercado brasileiro. Hoje, temos vendedores que atendem em português, e fazemos promoções específicas para esses clientes.