À esquerda o modelo Luciana e à direita Isotta o modelo (R$ 280, cada) - Foto: divulgação
À esquerda o modelo Luciana e, à direita, o Isotta (R$ 280, cada) – Foto: divulgação

Por Victoria Ranieri

Criada em 2013 na Itália pelo casal Aline e Giacomo Pellegrini, a Bottega Pellegrini, que hoje atua no sul de Porto Alegre, tem tudo para ser a nova marca queridinha dos fashionistas com suas peças 100% hand made.

À esquerda o modelo Margherita e à direita La Dolce Vita, ambas para bicicleta ( R$ 240, cada) - Foto: divulgação
À esquerda o modelo Margherita e à direita La Dolce Vita, ambas para bicicleta ( R$ 240, cada) – Foto: divulgação

“Desenvolvemos peças bem artesanais, é tudo feito à mão, inclusive as costuras em bolsas de couro”, conta Aline. “Nos envolvemos da criação à execução de tudo. São peças nas quais dedicamos bastante tempo na produção.”

Clutch Trastevere ( R$ 280) - Foto: divulgação
Clutch Trastevere ( R$ 280) – Foto: divulgação

Bazaar ama as alforges – bolsas para bicicleta ! A matéria prima é variada, mas, entre as usadas estão couro, palha, tecidos impermeáveis e madeira (detalhe supecharmoso de algumas peças). “As alforges surgiram da necessidade de ter bolsas estilosas e bacanas nas nossas bicicletas, costume que adquiri na Itália. Por lá utilizar a bicicleta para me locomover foi uma gostosa obrigação. Sem contar que eu tinha uma bicicleta vintage linda, então, eu precisava de uma bolsa à altura!”, explica a designer.

Clutch Tramonto (R$ 295) - Foto: divulgação
Clutch Tramonto (R$ 295) – Foto: divulgação

O fato de as peças serem todas feitas à mão por Aline e seu marido resulta em uma pequena escala produzida, que vão desde mochilas até clutches de couro com lateral de madeira. Por enquanto, elas podem ser encontradas no e-commerce da marca, que entrega em todo o Brasil. A partir de maio estarão com pontos de venda na Europa, ainda não definidos.

À esquerda o modelo bolsa Roma (R$ 193) e à direita o modelo Vulcano preta (R$ 250) - Foto: divulgação
À esquerda o modelo bolsa Roma (R$ 193) e à direita o modelo Vulcano preta (R$ 250) – Foto: divulgação