Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Patricia Carta

Difícil escolher o que há de melhor no desfile da Celine. Bravo, Hedi Slimane! Ah, jura que você reconheceu os códigos que ele usou na Saint Laurent? Jura? Não é para menos. Slimane é um esteta e tem a sua própria estética, obviamente, como Modigliani tinha; ou como Botero tinha. Cada um com a sua.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Sim, a figura dele esquálida, por mais atual e moderna, tem um quê melancólico. Rock por natureza, mesmo quando busca o clássico. Amo seus homens modernos, não disse atuais, românticos e elegantes. Relaciono-os imediatamente a Luchino Visconti, em “Morte em Veneza”. Provocam-me saudosismo.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Já suas heroínas são mais rock’n roll, mesmo assim, a inspiração 80’s, maravilhosamente realizada, como só Yves seria capaz, evoca um romantismo de época.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Parece uma coleção em preto e branco, fotograficamente falando. Lindo, impecável e deliciosamente narcisista. Esqueci de pensar se era Celine ou Saint Laurent. É atual, é Heidi Slimane!

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Leia mais:
10 coisas que amamos do verão 2019 da Balmain
10 coisas que amamos do desfile da Off-White
10 coisas que amamos do verão 2019 da Yves Saint Laurent 
10 coisas que amamos do verão 2019 da Dior