Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quando Caroline Vreeland tinha pouco mais de 20 anos, visitava a loja Kiki de Montparnasse em Los Angeles quase todos os dias. A marca é conhecida mundialmente por suas lingeries, prêt-a-porter de luxo e acessórios com silhuetas sedutoras.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

 

“Eu me lembro de quando era jovem, morava em Los Angeles e trabalhava em três empregos”, conta Caroline em entrevista ao WWD. “Caminhava para casa e entrava na loja Kiki. Não podia pagar nada lá, mas visitava para me inspirar”.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Atualmente, Caroline ainda está trabalhando em muitos empregos. Mas eles são um pouco mais lucrativos: cantora, compositora, atriz, modelo e editora. Agora, ela o cargo de estilista ao seu currículo, trabalhando com a marca que tanto ama.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A coleção-cápsulas “Kiki de Montparnasse x Caroline Vreeland” chega nesta quarta-feira (30.10) com exclusividade à Farfetch. A coleção tem shorts e tangas em branco, bordô, nude, preto e vermelho, com pequenas imagens bordadas nas peças que refletem a personalidade da fashionista. Entre elas uma mão segurando um bastão de batom ou um microfone, ou lábios vermelhos brilhantes comendo macarrão – seu prato de comida preferido. E a taça de vinho é um aceno para o amor de Caroline pela bebida.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Caroline se uniu a José Vega, vice-presidente de design da Kiki de Montparnasse, para criar as peças. “Sempre amei a sexualidade elevada que Kiki tem”, conta. “Todas as mulheres deveriam olhar de forma mais saudável para o sexo. O ato sexual nunca deveria ser um tabu, e é disso que se trata a marca de Kiki.”

Leia mais:
Saia-lápis é essencial para garantir feminilidade ao look
Bazaar entrevista: Caroline Vreeland prepara novo álbum
24 horas com Caroline Vreeland