Eliana Penna Moreira (à frente), com os filhos Guilherme e Bianca Rinzler, além da diretora de estilo Fernanda Youssef (à esq.), sua norada - Foto: André Brandão
Eliana Penna Moreira (à frente), com os filhos Guilherme e Bianca Rinzler, além da diretora de estilo Fernanda Youssef (à esq.), sua norada – Foto: André Brandão/Harper’s Bazaar

Por Mariana Abreu Sodré

A Lita Mortari, de Eliana Penna Moreira, chegou aos 30 anos. E, assim como uma mulher contemporânea dessa idade, não tem crise, mas, sim, urgência de autenticidade e desejo de experimentar novas possibilidades apoiadas na certeza do que não quer. Seguindo essa filosofia, a marca reforça as características que fizeram o seu sucesso e celebra suas três décadas de história com peças de cortes perfeitos, feitas com matéria-prima de qualidade e enriquecidas com as informações de moda que valem a pena.

Fernanda Youssef, diretora de estilo da marca e nora de Eliana Penna Moreira, é a responsável por essa curadoria de moods muito bem executada pelos estilistas Cony Paniagua e Guilherme Mata. Fernanda não é a única da família no cerne da empresa: Guilherme Rinzler, seu marido e filho de Eliana, diretor financeiro da label, é  responsável por equilibrar “a qualidade Lita Mortari na realidade da planilha para não extrapolar o preço final”, e tem um entendimento incomum (para um financista) do núcleo criativo da marca. Bianca Rinzler, primeira filha, completa o time da nova geração como a capitã do departamento de Marketing.

Eliana norteia a nova geração com sensibilidade, com rédeas flexíveis. “Eles acompanharam a evolução da empresa, a conhecem muito bem. Seguiram caminhos diferentes, mas voltaram para casa e isso, claro, me deixa muito feliz”, diz a matriarca, na sala de seu apartamento, cercada por seu trio de confiança.

 

Um dos looks de verão 2014 da Lita Mortari - Foto:reprodução/Harper's Bazaar
Um dos looks de verão 2014 da Lita Mortari – Foto:reprodução/Harper’s Bazaar

O clima descontraído e acolhedor migra para o escritório. Mas o business, obviamente, é levado com a maior seriedade. “Caso contrário, a Lita Mortari não teria atravessado tantos momentos do País”, diz Eliana. Boa administração é essencial, claro, mas não basta se não há o despertador de desejo que move o mercado de moda.

Daí a permanente releitura de clássicos, como as jaquetas de alpaca (com golas removíveis, recortes sobrepostos e detalhes de couro), a camisaria de seda pura ou algodão (que originou a marca ali nos anos 1980) e a alfaiataria, que acolhe hits: calças de corte social clássico (cintura no lugar, pernas retas) construídas com tecidos de tramas elásticas que se “movem” em todas as direções. Você veste a calça e confere no espelho o equivalente a três meses de exercícios localizados para pernas e glúteos.

A aposta da vez é a linha Edge, que investe em cortes inventivos para modelos ready-to-wear de cores e atitudes mais abusadas. Seu conceito e seu frescor são pensados para atender a demanda de clientes mais fashionistas. A atenção às mudanças de tendências e anseios, aliás, sempre mereceu o devido valor na Lita Mortari, que teve Gisele Bündchen e Adriana Lima, ainda bem jovens, em suas campanhas. Atualmente, o elemento fresh está, mesmo, na relação direta com as clientes e na confirmação da qualidade preciosa do design.

Um dos looks de verão 2014 da Lita Mortari -
Um dos looks de verão 2014 da Lita Mortari –

Esse propósito aparece também na criação de uma linha especial de cappottis (jalecos) desenvolvidos em shapes e tecidos nobres para médicas que adoram a marca e no incremento da seleção de importados oferecidos nas três lojas de São Paulo. Desde os anos 1990, a Lita mantém uma discreta faceta multimarcas, hoje representada por grifes como Notify, Pucci, Giambattista Valli, Givenchy, Marc Jacobs e pelas incríveis bolsas da Rodo. No entanto, o foco é mesmo a constante evolução de estilo da marca própria, um clássico nacional, que conquista sua segunda geração de clientes, que, como suas mães, sabem das (boas) coisas. Bom gosto é, sim, coisa de família.

Assine a Harper’s Bazaar