À esquerda, Cecily von Ziegesar conversa com a Harper's Bazaar no hotel Intercontinental, em São Paulo; à direita, a capa do seu novo livro da série Gossip Girl - Fotos: Carol Hungria e Divulgação


Cecily von Ziegesar
resolveu inovar em seu novo livro da série Gossip Girl: com o nome Psycho Killer, o título traz os já famosos personagens Blair, Serena e Nate, entre outros, envolvidos em histórias de assassinatos. A Harper’s Bazaar conversou com a autora, que veio a São Paulo para a Bienal do Livro e, nesta segunda-feira (13.08), estará na Livraria da Travessa, no Rio de Janeiro, para sessão de autógrafos. Confira:

De onde veio da ideia de transformar Gossip Girl em um thriller?
A onda de terror na literatura está em alta. Não sou fã de zumbis ou vampiros, mas gosto de histórias de assassinatos. Então resolvi investir nesse mash up com muito sangue. E o resultado foi extremamente divertido.

Mas o livro mantém seu foco no mundo da moda?
Claro! As personagens ficam desesperadas quando mancham suas incríveis roupas com sangue, por exemplo.

Sobre a série de TV que se originou do livro: você tem looks preferidos usados pelas personagens?
Não sou muito ligada em grifes, mas, no geral, acho que a produção do seriado faz um trabalho incrível ao transformá-lo em um ícone fashion. Quando assisto Gossip Girl, sempre desejo alguma roupa que as personagens estão usando, principalmente os vestidos incríveis de Blair e Serena. Quando fiz uma participação especial na final da quarta temporada, fui levada ao guarda-roupa da emissora e enlouqueci. Me disseram: ‘pode escolher qualquer peça desta arara’. E eu queria usar todas!

Você conhece grifes brasileiras?
Infelizmente não sei muito sobre a moda nacional, mas sou fã das flip flops Havaianas. Elas são um sucesso em Nova York.

Já assistiu à nova série Girls? O que achou dela?
Confesso que só assisti ao episódio piloto. Achei grotesco. Não conseguiria ver um episódio enquanto faço uma refeição, por exemplo. O sexo é feio, as discussões são entediantes. Todos os meus amigos assistem, querem que eu dê uma segunda chance para o programa, mas não consigo acompanhar. É muito clichê, como Sex and the City, que nada mais é do que um bando de mulheres desesperadas para achar um marido. Ridículo.

Quais são seus planos agora? Vai escrever outro livro da série Gossip Girl?
Não tenho planos para um novo livro, apesar de a minha editora sempre pedir isso. Mas trabalho pela primeira vez em um roteiro para TV, com uma amiga. É um desafio para mim, pois roteiros são diretos e pouco descritivos, mas estou adorando. A história também envolve jovens moradores de Nova York, mas a pegada é cômica, não dramática. Não sei se vamos conseguir vendê-lo. Vou torcer para isso.

Qual foi a sua última compra bacana?
Como disse, não sou muito ligada em marcas. Mas encontrei uma bolsa de couro fake maravilhosa em Nova York, recentemente. Toda vez que eu uso, me perguntam se é Prada. E o engraçado é que ela não tem grife!

Por Carol Hungria