Foto: Divulgação

Por Rodrigo Yaegashi e Marcela Palhão

A coleção de alta-costura da Chanel reforça mais uma vez a importância do savoire faire na indústria da moda francesa. As técnicas centenárias, que são mantidas pela maison, têm nas semanas de couture seu maior palco. Para o inverno 2020, o trabalho dos tweeds, bordados, jaqcards e metais são as estrelas do show virtual.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

“Eu realmente tinha o mundo de Karl em mente”, revela Virginie Viard, que bebe na rebeldia do kaiser e em sua fixação pela década de 1980 para criar. “Eu pensei em uma princesa punk saindo do ‘Le Palece’ ao amanhecer”, resume Virgine. O resultado é uma sequência de looks poderosos, com volumes, texturas e transparências em styling amarrado por franjas com plumas coloridas e peças da coleção de alta joalheria.

Veja dez coisas que amamos da alta-costura da Chanel:

O efeito metálico

Foto: Divulgação

A presença de metais na coleção aparece de diferentes formas, incluindo as peças de alta joalheria da label. Mas um dos principais destaques é o efeito metálico em algumas peças de tweed.

A princesa punk

Foto: Divulgação

Virginie Viard afirmou que se inspirou em uma princesa punk para criar a coleção e o resultado são peças dramáticas e volumosas, em uma paleta escura. O mood é intensificado pela beleza escolhida e pelas aplicações de plumas coloridas.

Os volumes

Foto: Divulgação

Vestidos com amplas saias, peças com mangas volumosas, camadas… A Chanel usou diversas ferramentas para acrescentar volume às suas peças.

As flores

Foto: Divulgação

Aplicações de flores mostram o trabalho impecável da maison, além de acrescentar cor e ares românticos aos modelos.

As camadas

Foto: Divulgação

Um dos destaques da coleção foram os babados, usados principalmente em saias e vestidos. A sobreposição de peças e o uso de franjas e penas também foram outros recursos para construir peças com camadas.

A transparência

Foto: Divulgação

Capas transparentes foram usadas para levar vestidos de festas a outro patamar, aumentando o movimento, o fator sensual do look e deixando os visuais ainda mais interessantes.

A assimetria

Foto: Divulgação

Saias e blusas com barrados desiguais aumentam a característica punk da coleção.

O conjunto

Foto: Divulgação

Formado por uma calça flaire e um colete longo, este conjunto de tweed vermelho é um dos looks mais interessantes do inverno 2020 da Chanel.

As joias

Foto: Divulgação

Enormes anéis, brincos compridos, broches e colares com pedras coloridas são algumas das peças que se destacaram na alta joalheira apresentada.

O tweed

Foto: Divulgação

Material clássico das coleções da Chanel, o tweed não poderia ficar de lado no inverno 2020. Além da padronagem comum, versões em cores mais chamativas – como vermelho e roxo – e uma finalização metálica atualizaram uma tradição da maison.