Chanel Spring 2015 - Foto: Getty Images
Chanel Spring 2015 – Foto: Getty Images

Por Paula Jacob

Com algumas marcas independentes, a Chanel acaba de abrir mais duas lojas de suas marcas agregadas em Londres. A Maison Michel, famosa por seus chapéus impecáveis e formatos inusitados, e a Barrie, com peças em cashmere invejável. O endereço foi escolhido a dedo pela maison francesa, no bairro de Burlington Arcade.

Maison Michel - Foto: Divulgação
Maison Michel – Foto: Divulgação

A grande questão derivada dessa expansão comercial e de investimentos é: será que a Chanel está montando um conglomerado de marcas? Ao que parece sim, mas sempre um passo de cada vez.

Lily Collins para Barrie - Foto: Divulgação
Lily Collins para Barrie – Foto: Divulgação

Projetando novos ares, a marca não quer exclusividade de parceria entre as agregadas, para não perder a criatividade que se construiu ao longo dos anos. Karl Lagerfeld, por exemplo, também é diretor criativo da Fendi, assim como Odile Massuger, diretor criativo da Barrie, supervisiona as produções da malharia da Chanel e Leatitia Crahay, diretora criativa da Maison Michel, é chefe de jóias na Chanel.

Maison Michel - Foto: Divulgação
Maison Michel – Foto: Divulgação

Essa liberdade, permite o crescimento financeiro e criativo da marca francesa, que tem planos de contratação em Londres para os próximos meses.

Parada obrigatória para quem estiver em Londres, e quem não pode espiar um pouco nos sites Maison Michel e Barrie.