Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Foto: Divulgação

A estreia de Gabriela Hearst à frente da direção criativa da Chloé traz uma conexão de suas raízes latinas com a elegância despretensiosa das francesas. Nascida no Uruguai, Gabriela propõe para o inverno 2021 uma predominância de tons terrosos e materiais confortáveis, como a lã que surge em tricôs e franjas vindos de referência direta aos pampas e da atividade rural e rústica da região.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Ponchos com golas de jaquetas doudounes, que abrem o desfile, criam uma imagem moderna sem perder a força da referência cultural, assim como os leves vestidos e uso dos babados – já tradicionais da label – entram no mood através do styling de botas e chinelos de ares artesanais.

Olhar atual com foco em sustentabilidade e inclusão da estilista leva para a passarela peças que visam evitar desperdícios como o trench coat em escamas sobrepostas, que tem sua padronagem replicada em bolsas e cintos. Assim como jaquetas estufadas e esportivas, oversized médias ou até os pés, que foram construídas com tecidos já existentes na maison.

Para as brasileiras, que encontram com exclusividade a label nos shoppings Cidade Jardim e CJ Shops, a união de tradições e culturas conecta e já chega hit por aqui. Veja dez coisas que amamos na coleção:

O poncho

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

A mistura do trabalho manual do poncho com a gola de doudounes moderniza a peça relacionada à origem da designer.

A cartela

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

Gabriela deu preferência a tons terrosos para sua estreia na Chloé.

As franjas

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

Ponchos, casacos, bolsas e, até mesmo, botas, ganham acabamentos em franjas.

O tricô

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

A coleção é toda permeada por materiais manuais, principalmente o tricô, que aparece em vestidos, suéteres, calçados e, até mesmo, inspira padronagens de bolsas e acessórios.

As botas

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

Altas botas de couro complementam os looks.

As bolsas

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

Os acessórios ganham as mesmas texturas e materiais das roupas.

A diversidade

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

A apresentação da Chloé contou com um casting diverso, incluindo diferentes corpos, etnias e faixas etárias.

O look

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

Vestidos românticos e fluídos foram combinados com chinelos que remetem a trabalhos artesanais.

O trench coat

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Foto: Divulgação

Bazaar ama o trench coat feito com escamas de couro.

A reutilização

Chloé: Gabriela Hearst faz estreia com coleção que une inspirações latinas e francesas
Fotos: Divulgação

O patchwork criado com materiais já existentes da maison foi usado em lindos casacos que encerraram o desfile.