Modelos criados por Rafaella Caniello, da Neriage – Foto: Divulgação

por Patricia Carta, Silvana Holzmeister, Rodrigo Yaegashi e Marcela Palhão

Nos debates globais sobre a indústria da moda no cenário pós-pandemia, um ponto parece ser comum: a necessidade de desacelerar. Por aqui, o quadro não é diferente. Com o cancelamento do SPFW N.49, por causa da Covid-19, marcas pararam ou reduziram drasticamente a produção de novas coleções. Com as oficinas ociosas, algumas abriram espaço para confeccionar máscaras e aventais para contribuir na prevenção ao coronavírus.

Entre os designers, é consenso que, mais do que nunca, é hora de repensar estruturas que não cabem mais na nova configuração de mundo, como a sazonalidade. No lugar, eles apontam para a ênfase em propostas atemporais. Bazaar ouviu alguns diretores criativos, que contam o que estão fazendo para driblar, de maneira criativa, os novos desafios.

Rafaella Caniello (Neriage)

Na arara
A coleção que desfilei em outubro, no SPFW, chegou em fevereiro nas multimarcas, no meu ateliê e e-commerce, e pretendo estender até o final do ano. As roupas são atemporais, a maior parte demora uma semana apenas para ser costurada e não acredito em estação, agora mais ainda.

Próxima coleção
Escolhi dar uma pausa. Já estava com metade da coleção pronta quando recebi o comunicado de cancelamento do SPFW. Meus fornecedores são todos terceirizados, e as oficinas pararam. Foi o mais prudente a se fazer. Essa coleção será transferida para outubro.

SPFW
Supostamente, era uma coleção de verão, mas não quero mais definir as coleções com estações. As coleções terão apenas nomes.

Positivo
Estou tocando tudo sozinha. Tem sido um desafio. Estou aprovei-
tando para redescobrir minha empresa, redefinir valores e rever tudo o que quero mudar quando as coisas voltarem. Também vou começar uma ação focando no olhar de algumas pessoas sobre a marca.

Patricia Viera

Foto: Divulgação

Na arara
A coleção Argentina, com peças mais invernais, feita, em parte, com reaproveitamento de matéria-prima, e que traz motivos art déco inspirados no país latino e também em Nova York, feitos em mosaico, laser e aplicação. As peças, atemporais, estão à venda no meu site.

Próxima coleção
Batizada de Brasil, reforça o olhar no local. Está pronta, mas cancelei showroom e desfile. O destaque é a marchetaria em couro. Também estava fazendo noivas e as provas estão paradas.

SPFW
A ideia era trocar o formato desfile por exposição. Já estava sentindo um movimento diferente, mas acho importante a apresentação.

Novo
Estamos planejando um formato digital para mostrar a coleção e fotografar as peças, evitando o contato físico.

Solidariedade
Junto com a minha sobrinha Maria Mendes, estilista da Horto, fizemos 23 mil máscaras de TNT e cerca de 10 mil de tecido, que foram distribuídas para o Corpo de Bombeiros e comunidades carentes do Rio. Estamos fazendo nosso papel na moda, temos responsabilidade com a saúde, o cuidado com o outro e com a autoestima.

Pós-pandemia
Quero reforçar a linha de casa e estou ensaiando o uso de tecido plano, porque voltei a estudar modelagem. Também estou reduzindo o tamanho das coleções. Está vindo uma época de sustentabilidade verdadeira.

Patricia Bonaldi

Foto: Divulgação

Na arara
Fortalecer o e-commerce foi a primeira medida que tomamos.

SPFW
Apresentaríamos o inverno 2020.

Próximos passos
Estamos preparando a coleção verão 2021. Acreditamos que a moda já vinha caminhando para um direcionamento de ressignificação dentro do calendário de moda, lançamentos e na maneira de consumir. Demos sequência à nova coleção, porém com edição e curadoria criteriosas em termos de volume de peças. É um período desafiador, mas também uma ótima oportunidade de aprendizados, de agir com cautela, estratégia e foco.

Boa sacada
O foco tem sido em coleções-cápsula. É um importante momento para se reinventar, reforçar o propósito e a essência de seu próprio negócio. Por meio das cápsulas, pode-se pensar em coleções mais enxutas, sem depender de uma estação específica.

Solidariedade
Resolvemos reforçar nossas ações sociais por meio do nosso bazar online – antes, acontecia em Uberlândia (MG), onde fica a fábrica. Revertemos 10% das vendas do site para compras de itens de higiene pessoal para o projeto Rizoma, que apoia moradores da comunidade Olga Benário, situada na região do Capão Redondo, em São Paulo. Quando o comércio reabrir, nossa ideia é manter esse canal e ampliar a parceria.

Campanha
Acreditamos em imagens pertinentes com o cenário atual. Grande parte da coleção já havia sido fotografada anteriormente. Também geramos experiências envolvendo influenciadores que se conectam com a essência da marca. E temos algumas seções no Instagram, um importante canal de vendas, com imagens captadas dentro de casa.

Luis Claudio Silva (Apartamento 03)

Foto: Divulgação

Na arara
Nossas vendedoras estão trabalhando em home office e, hoje, atuando mais como consultoras, enviando ou buscando o que a cliente deseja. No desenvolvimento de peças especiais, não recebi nenhum cancelamento, apenas mudanças de datas.

SPFW
Quando a notícia (do remanejamento) chegou, eu já tinha 80% da coleção Verão 2021 modelada. Agora, estamos analisando o que temos de tecido e o que será necessário comprar. Divido a coleção em grupos de clássicos da marca e modelos especiais para a estação. Sempre tive o cuidado de propor ideias de design que fossem atemporais e com ênfase em qualidade.

Dinâmica
Não paramos tudo, mas só vai ao ateliê quem é realmente necessário, todo o restante está sendo feito em casa. Criamos um grupo no WhatsApp por meio do qual todos se comunicam e trocam informações. Sou de fábrica e adoro estar lá com todos e isso tem sido a parte mais difícil para mim. Mas, nesse momento, é o que podemos fazer pelo outro e pela segurança de todos.

Mercado
Havíamos identificado que não era mais atual investir em uma coleção gigantesca e, desde o Inverno 2019, reduzimos o número de itens a partir do feedback dos clientes e da nossa experiência no e-commerce. Então, eu tinha uma coleção enxuta e focada no essencial.

Lilly Sarti

Foto: Divulgação

Coleções
A anterior está sendo vendida no site, na aba Sale, e continuará mesmo quando o comércio reabrir. A coleção Inverno 2020 também está no site e no Instagram, e estamos usando o WhatsApp.

Em produção
Estamos preparando o Verão 2021, mas pensamos em não mais nomear coleções com estações. Já não faz mais sentido isso, aliás, se não fazia antes, agora tampouco.

Dinâmica
Continuamos desenvolvendo o que dá para fazer nos ateliês, onde não há mais de duas pessoas atuando. Os maiores pararam.

O que muda
Resolvemos assumir a perenidade de nosso produto, que desde sempre foi atemporal e feito para durar. É um desafio delicioso misturar coleções, e nada mais verdadeiro do que dar às clientes a possibilidade de fazer o mesmo.

Driblando
Estamos utilizando de maneira diferente nosso arquivo enorme de imagens de campanhas, desfiles e fotos em still.