A indústria da moda vem focando cada vez mais no Oriente Médio, onde se encontra grande parte das consumidoras da alta-costura. Marcas como Dolce & Gabbana e Missoni inclusive criaram coleções completas para as mulheres muçulmanas. Etiquetas de fast-fashion, como H&M, Zara e Mango, também fizeram linhas pensando nessas clientes. A Marks & Spencer, por exemplo, criou até uma linha de burkini.

Agora, a start-up Veil foi além ao anunciar que pretende oferecer uma linha completa para a prática de esportes. Tudo de acordo com os preceitos do Islã.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Idealizada por Ahmad Ghanem, a label desenvolve roupas de activewear confortáveis, sem deixar de serem estilosas, e que ainda por cima contam com tecnologia anti-suor. “Antes de criar a nossa marca, perguntamos para as  nossas possíveis consumidoras quais os problemas que ela encontram ao procurar por roupas para academia”, diz o estilita à imprensa internacional. “Muitas nos disseram que procuram itens nas sessões masculinas para conseguir um caimento mais afastado do corpo”, completa. Os dados coletados o levaram a criar a primeira hijab (vestimenta que segue as orientações do islamismo) com tecnologia de controle de temperatura corporal.

VEIL-HIJAB-home(4)
Foto: divulgação

No  momento, a marca está arrecadando fundos via kickstarter para lançar oficialmente as peças. “É um ótimo sentimento saber que as pessoas estão empolgadas com o projeto. Receber o apoio das consumidoras nos deixa extremamente feliz”, conta o estilista que já angariou 70% do valor proposto. Sobre o futuro da etiqueta, ele comenta ansioso: “Temos, sem dúvidas, o beachwear na nossa mira.”

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Leia mais: Cropped flare é tendência quente da temporada resort 2017
“Vocês têm o poder de mudar percepções, inspirar e empoderar”, diz Beyoncé a estilistas