Stupid – Foto: Leo Faria/Divulgação

Expressão autêntica através de joias é o lema da Stupid, marca catarinense de peças feitas à mão. Criada este ano pela designer Ana Carolina Prim, que sentiu a necessidade de oferecer linhas atemporais e sair do tradicional, a label surge com a proposta de criações livres e sem padrões, mesclando formas e cores.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

“Fazer coisas diferentes da massa é considerado estupidez, por isso escolhemos este nome para a marca, pois valorizamos a quebra dos padrões. Refletimos essa ideia em nossas peças que se distinguem das outras brands do segmento”, explica Ana Prim.

Inspirada pela própria personalidade criativa e disruptiva da fundadora e diretora criativa da Stupid, as peças são desenvolvidas para empoderar pessoas. O foco principal de suas coleções é apresentar acessórios que servem como um complemento à personalidade única de quem os usa, sem seguir regras, padrões ou tendências comuns existentes.

“Desenvolvemos cada peça da Stupid pensando em empoderar quem as usa, para que essa pessoa se sinta livre para ser quem é. Acreditamos que uma história realmente livre começa quando aceitamos quem somos e assumimos nosso próprio brilho.”, complementa a diretora criativa.

O processo criativo para o desenvolvimento dos acessórios é longo, começando pela pesquisa de mercado e tendências, sempre com um cuidado extra para o estudo do comportamento de seu público-alvo para conseguir transformar personalidade em arte, além de atender às suas expectativas. Lançadas a cada seis meses, as peças são produzidas artesanalmente com ouro 18K e pedras preciosas selecionadas como diamante, ametista clara e escura, citrino, esmeralda, peridoto, topázio e turmalina rosa.

A nova marca tem e-commerce próprio. Veja mais na galeria: