Desfile de verão 2012 de Jonathan Saunders – Foto: Getty Images

Os temas que dominam as coleções do verão internacional podem parecer um tanto melosos (cores pastel, saias à tirolesa, silhuetas fluidas, como nos anos 50). Mas a pegada de Jonathan Saunders deixa esse clima mais provocante. “Acho importante passar uma mensagem bem feminina”, diz o escocês radicado em Londres. “Mas não queria que a montagem dos looks fosse controlada demais. Espero ter conferido leveza à coleção.”

A partir da esquerda: Tosca veste paletó de seda e algodão, camiseta de poliamida e elastano, e saia de algodão e seda, tudo Jonathan Saunders. Sandálias, Giambattista Valli. Larissa veste camisa de seda, saia de seda e algodão, ambas de Jonathan Saunders. Sandálias, Gucci. Gabrielle veste blusa de seda, saia de algodão e viscose, ambas de Jonathan Saunders. Sandálias, Jimmy Choo – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Sem sombra de dúvida, conferiu – basta observar o movimento livre da seda usada nos vestidos acinturados, para o dia; os camisões e as saias de seda com estampa de poá; os vestidos e as blusas de alcinha, combinadas a saias superestampadas. Na coleção, o estilista tira inspiração de uma vasta gama de temas – pinturas de David Hockney, fotos de Diane Arbus e As Virgens Suicidas. Mas a referência mais visível provavelmente é O Vale das Bonecas, com suas saias esvoaçantes e a paleta de tons pastel.

Há algumas temporadas, uma visão tão delicada seria impensável para o estilista: ele admite que nunca havia usado uma estampa floral. “Acho que é uma questão de confiança. No começo, a gente está aprendendo e, ao mesmo tempo, descobrindo a própria identidade”, diz Saunders.

Assine a Harper’s Bazaar