Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Picasso acreditava que a inspiração deveria sempre chegar enquanto se está trabalhando. É uma máxima que cai como uma luva no processo criativo da estilista Patrícia Viera. Ela adora o ateliê, o chão de fábrica e os curtumes, ambientes que lhe dão a oportunidade de desafiar e ser desafiada constantemente, e fazer acontecer.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Não à toa, costuma dizer que o couro, material que domina como poucos designers no mundo, frequentemente exige dela humildade para desenvolver alguma técnica praticamente do zero.

Natália Rio e Patricia Viera - Foto: Divulgação
Natália Rio e Patricia Viera – Foto: Divulgação

Para o Inverno 2019, influenciado pelo Peru, ela mergulhou nas minúcias da alta-costura para avançar no acabamento precioso que, tradicionalmente, dá assinatura às suas peças. Foi uma jornada a seis mãos. Além da expertise vinda da fase em que trabalhou em Londres para a estilista Sally Mee, no final dos anos 1970, e que dá à sua roupa caimento perfeito e sofisticação artesanal, Patrícia contou com a modelagem de Alexandre Matos, lapidada em 13 anos trabalhando em Milão, e convidou Natalia Rios para bordar 13 peças da coleção apresentada no último SPFW.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Natalia é formada pela École Lesage – fundada em 1992, por François Lesage, para transmitir os conhecimentos que transformaram seu ateliê em um dos mais importantes da França e que, desde 2002, é vinculado ao Métiers d’Art da Chanel – e usou o bordado de Lunéville para criar flores e nuvens. “É balé com os dedos”, compara Patrícia.

O que diferencia o trabalho da bordadeira é a junção dessa técnica criada no século 18, muito utilizada na alta-costura, com outras familiares a artesãs brasileiras, como o crochê de grampo. Foram três meses de trabalho intenso, executado por Natalia e uma equipe de seis experts do seu ateliê-escola, em São Paulo.

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

“A peça mais trabalhosa foi a jaqueta em couro caramelo, que consumiu 332 horas de dedicação de todas as 14 mãos”, conta ela, que misturou cristais Swarovski, fio de seda do Casulo Feliz, miçangas, paetês e vidrilhos franceses, além de flores e rolotês de couro, folhas e vagalumes de organza. “Já havia bordado no couro antes, mas é um material desafiador, porque não dá para errar o furo da agulha”, explica Natalia, que realizou o projeto com total liberdade criativa concedida por Patrícia. “Isso foi interessante, porque, normalmente, recebo briefings fechados.”

Foi assim que surgiu a ideia de fazer uma surpresa para a estilista: o bordado em estilo toile de jouy conta uma fase recente da vida da estilista, a alegria de ser avó. Segundo Patrícia, a coleção, como já é de praxe na marca, está sendo comercializada sob encomenda, com prazo de entrega de dois meses para o cliente final.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Acostumada a buscar referências em viagens – desde 2009 tem a companhia do stylist Felipe Veloso e da filha e braço direito, Andrea Viera -, a estilista diz que, desta vez, não conseguiu sair. “Então, é um Peru que está na minha cabeça”, explica, acrescentando que os bordados que remetem aos povos incas e as cores foram suas principais referências.

A importância do trabalho manual estava explícita na passarela, cuja cenografia contava com bordadeiras de várias idades em ação. Na coleção verão 2020, que será desfilada no SPFW N. 47, neste mês, Patrícia está dando continuidade ao exercício colaborativo para colocar em prática sua primeira inspiração em um lugar brasileiro.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“Fomos para Una, na Bahia. Me emocionei com o fenômeno da pororoca, e foi extraordinário cruzar com uma jiboia atravessando a areia da praia”, recorda. O resultado dessa experiência virá em bordados naïf, delegados novamente a Natalia e sua equipe. “Criar uma coleção é um processo intenso, fico sensível”, diz. O universo conspira para levar sua emoção adiante.

Leia mais:
Sobreposição de alfaiataria e texturas é estratégia para ousar
Cinco dicas para atualizar o look all jeans e arrasar
10 tendências que você vai usar no outono 2019