Cris Barros usa look total Cris Barros – Foto: Bruna Castanheira, com styling e direção de arte de Renata Correa

Por Carollina Lauriano

Se eu pudesse definir em algumas palavras as 20 voltas ao Sol que a marca Cris Barros celebra neste ano, elas seriam paixão, intuição e resiliência. Durante a nossa conversa, foram muitas as vezes em que a estilista mencionou esses sentimentos, que ela emprega não somente em suas criações, mas na gestão de sua equipe e nos projetos sociais, os quais traz para perto da marca. É assim, com uma consciência apurada sobre seu DNA, que a label se consolida como uma das mais relevantes no mercado de luxo nacional.

Foram inclusive esses sentimentos que, para mim, deram o tom da press presentation 20 voltas ao sol, que a marca organizou para clientes, imprensa e amigos, no começo de abril. Fazia tempo que eu não me emocionava em um evento de moda e foi exatamente ali que eu pude ter uma noção mais ampliada da potência, criatividade, excelência narrativa, união, entre outros adjetivos que dariam um parágrafo inteiro.

Cris Barros veste coleção Cris Barros AW22 Momentum – Foto: Bruna Castanheira, com styling e direção de arte de Renata Correa

Foi muito bonito ver a marca ter coragem de arriscar um formato que fugisse do tradicional desfile para contar sua história por meio de uma imersão emocionante ao longo de sua trajetória, e também de instalações e cenografias oníricas, revisitando temas marcantes das coleções que destacavam algumas das peças mais icônicas do seu acervo.

Mas não foram somente as roupas que foram destaque nesta apresentação. Cris também reuniu um supertime de mulheres plurais em um tableau vivant, em uma espécie de síntese de tudo aquilo que a inspira: mulheres que carregam em si a espontaneidade, a alegria de viver, a ousadia, a força, mas também muita feminilidade.

À esquerda, Laura Neiva veste acervo vintage Cris Barros; à direita, Lívia Nunes Marques veste coleção Cris Barros AW22 Momentum – Foto: Bruna Castanheira, com styling e direção de arte de Renata Correa

Ao caminhar por essa história, pude perceber uma marca em constante evolução, no sentido de sempre tentar se superar a cada nova coleção. Embora hoje sejam 11 lojas distribuídas em seis estados brasileiros, fazendo parte do Grupo Soma há seis anos, a Cris Barros mantém o mesmo processo criativo de ateliê, dando continuidade ao seu formato artesanal, mantendo uma produção em pequena escala, que preza pela pesquisa minuciosa e pelo desenvolvimento exclusivo de tecidos, estampas e aviamentos que dão vida às peças – sendo a autoralidade o ponto de partida mais importante para a construção de cada coleção.

À esquerda, Thai Brufen veste acervo vintage Cris Barros; à direita, Victoria Yamagata veste acervo vintage Cris Barros – Foto: Bruna Castanheira, com styling e direção de arte de Renata Correa

Detalhes importantíssimos para situar a relevância que a marca vem construindo ao longo dos anos. E, aqui, coloco essa construção no gerúndio, porque ela é um constante aprendizado, pautada pelos desafios e conquistas que se estabelecem a cada novo momento. E é muito bonito perceber como Cris Barros conduz ambos os lados com paciência, perseverança, doçura, gratidão, leveza, criatividade, espontaneidade, simplicidade e fé.

E, aqui, também posso destacar outros itens que colocam o trabalho da Cris Barros em um lugar de vanguarda. A preocupação com o coletivo, não somente no que tange sua equipe, mas também os que pautam mudanças sociais, como é o caso do apoio da marca ao projeto Synapse, de educação infantil, e a ONG Casa do Rio, que empodera mulheres ribeirinhas da Amazônia e gera renda para suas famílias e para a comunidade local.

À esquerda, Alexia Niedzielski veste acervo vintage Cris Barros; à direita, Stephanie Ribeiro veste coleção Cris Barros AW22 Momentum – Foto: Bruna Castanheira, com styling e direção de arte de Renata Correa

Sustentabilidade também é outra pauta muito importante dentro da marca, e que já faz parte do seu DNA há muito tempo. Conectada aos desejos de suas clientes, que procuram cada vez mais produtos com significado, a cada coleção traz mais peças sustentáveis, desenvolvidas com processos de criação e matérias-primas ecológicas, estudando sempre novas formas de fazer recycling e upcycling com os tecidos dos seus arquivos, por exemplo. Ou o fato de a marca se orgulhar de ter chegado a um terço da coleção desenvolvida de forma sustentável e também ter se tornado carbono neutro.

À esquerda, Laura Kubrusly veste acervo Cris Barros; à direita, Rachel Maia veste coleção Cris Barros AW22 Momentum – Foto: Bruna Castanheira, com styling e direção de arte de Renata Correa

Aliás, é com esse olhar constante pela busca de um trabalho que esteja cada vez mais conectado com potenciais transformadores, que Cris Barros construiu um legado que irá continuar pelos próximos 20 anos, porque a marca mantém, de forma contagiante e viva, os valores que são sua filosofia de vida. Que esse momentum que celebramos também nas páginas de Bazaar não seja apenas a comemoração dos 20 anos que se passaram, mas que seja o início das próximas 20 voltas ao Sol.

Fotografia: Bruna Castanheira
Styling e direção de arte: Renata Correa
Entrevista: Carollina Lauriano
Beleza: Jana Marques, com produtos Biossance e KVD Beauty
Set design: Jean Labanca
Pintura corporal: Ju Amora
Tiaras e brincos: Caio Vinicius
Assistente de styling: Rafael Tatsuo
Assistentes de fotografia: Bia Garbieri, Renato Gonçalves Toso e Franklin de Almeida
Assistentes de beleza: Lucas Adriel, Ágata Ignácio, Andreza Faria e Áurea Gomes
Assistentes de cenografia: Phellipe Bellentani e Roberth Augusto
Tratamento de imagem: Studio Bruno Rezende

Baixe a edição na Apple Store
Baixe a edição no Google Play