Polo Bar - Foto: Divulgação
Polo Bar – Foto: Divulgação

Por Paula Jacob

Primeiro passo dentro do novo (e único) endereço da Ralph Lauren no Brasil já te conecta com suas lembranças da infância. Mesmo que você não tenha passado férias na casa de campo de seus avós ou na fazenda, a sensação de lar doce lar da loja é imediata. O cheiro, a decoração, o jogo de luzes, a disposição das salas e móveis, tudo minuciosamente pensado por uma equipe especializada em Nova York, que viaja o mundo garimpando móveis e itens de decoração para montar o protótipo no galpão da sede da marca, e depois exportar para os países a exata ambientação. Tal cuidado é imprescindível para manter a imagem de uma marca consolidada mundialmente há 48 anos.

Enquanto David Lauren, VP executivo da marca, termina seus afazeres, eu sou acompanhada para um tour privativo na loja. Coleções masculinas e femininas são separadas em lados opostos, sendo o Polo Bar o divisor das partes. Bolsas de couro e couro de crocodilo são os pontos altos da linha de acessórios feminina, a Ricky Bag, que leva o nome da mulher do estilista, na versão saco é um charme a parte. Uma sala com sapatos, à lá Carrie Bradshaw, é recheada com modelos clássicos, como as famosas botas de montaria, e os modelos de festa, com saltos 70’s e cores extravagantes.

Interior da loja, parte feminina - Foto: Divulgação
Interior da loja, parte feminina – Foto: Divulgação

As peças de roupa são divididas em três salas, com itens que vão da clássica camisa branca ao vestido de gala desfilado ano passado em Nova York. Claro que tudo separado em diferentes espaços. O provador, estranho citar essa parte específica, mas nesse caso super necessária, é a confirmação do cuidado em proporcionar uma experiência intima e delicada com cada cliente. As salas, com espaços consideravelmente grandes, contêm cada uma um sofá, com espelho em três partes que serve como biombo para a troca na parte de traz, e claro flores. Logo que entro penso em minha avó, que era alfaiate. Essa sensação de estar em casa permanece em todos os cantos da loja, o que deixa o consumidor mais confortável e à vontade.

Quando pronto, sento com David, impecavelmente vestido, no Polo Bar, uma unidade pocket da original em Nova York, mas com o mesmo conceito, para a entrevista. Antes de mais nada elogio a loja e todos os cuidados que a marca manteve ao montá-la, ele agradece: “gostamos de manter a identidade da marca em todos os países que temos loja. E a sensação de intimidade e conforto são itens chave para nossa relação com os clientes”. Relação essa que fideliza público desde a linha casual Blue Label, até as peças com tecidos mais sofisticados da Purple Label. “Aqui somos uma Ralph Lauren Collection, não temos itens da Blue Label, mais conhecida como Polo Ralph Lauren. Além dos itens de passarela,” comenta.

Ricky Bag versão saco - Foto: Divulgação
Ricky Bag versão saco – Foto: Divulgação

Focando no mercado de luxo, um dos maiores na atualidade, a Ralph Lauren foi capaz de desenvolver um mundo glamuroso que envolve o consumidor. “Quando você compra, não é apenas uma camiseta ou uma bolsa, é um universo para fazer parte, um lifestyle,” completa. “Criamos esse feeling para você sentir uma conexão emocional com o ambiente e itens vendidos.”

Quando questionado sobre o mercado online e seu crescimento nos últimos anos, David lembra que a marca foi a primeira na indústria da moda a ter um site vinculado com e-commerce próprio. “Os consumidores estão confortáveis em comprar nas lojas físicas, mas ainda mais nas lojas online,” conta. “Vimos um incrível crescimento nessa plataforma, mantemos nossos investimentos, porque acreditamos que ele continue em ascensão. Além de ser um meio de comunicação volátil” completa.

Campanha Spring Summer 2015 - Foto: Divulgação
Campanha Spring Summer 2015 – Foto: Divulgação

Além do cuidado com a imagem física da marca e sua comunicação, a Ralph Lauren tem a sua fundação, que cumpre seu papel em diversas áreas, seja no incentivo à arte, música, educação ou em arrecadar fundos para ajudar pacientes com câncer, principalmente os que não tem condições financeiras para. “Ano passado fizemos um evento com o Príncipe William, no castelo da rainha, no qual arrecadamos uma quantia bem significativa para a construção de um hospital na Inglaterra,” comenta orgulhoso sobre um dos maiores projetos que já fez.

Sobre os projetos a curto prazo, David diz que pretende focar no marcado brasileiro, “vocês são muito importantes para nós. Muitas de nossas inspirações saem daqui,” diz animado. “Queremos abrir mais lojas aqui, mas vamos começar com calma com essa aqui”. A marca já esteve aqui há alguns anos, mas teve sua operação cancelada por problemas de mercado. “Voltamos agora, de uma forma completamente diferente, porque víamos a procura dos brasileiros por nossos produtos ao redor do mundo,” explica.

Quem estiver de bobeira no final de semana ou de passagem por São Paulo, a loja é uma parada obrigatória, mesmo que seja para visita.

Desfile Spring Summer 2015 - Foto: Divulgação
Desfile Spring Summer 2015 – Foto: Divulgação

Veja mais:
Por dentro da loja da Ralph Lauren no Cidade Jardim