Gilda Ambrosio (à esquerda) e Giorgia Tordini - Foto: Divulgação
Gilda Ambrosio (à esquerda) e Giorgia Tordini – Foto: Divulgação

Quem acompanha o movimento do street style italiano sabe que Gilda Ambrosio e Giorgia Tordini estão entre as responsáveis por rejuvenescer a imagem da moda local. A moda vista em solo milanês mudou completamente nos últimos quatro anos, com a enxurrada de grifes investindo em estéticas frescas para suas coleções e a série de it-girls locais que deram ao maximalismo um toque contemporâneo.

A partir disso, a dupla, que é raramente vista separada, desenvolveu a equação de somar roupas e acessórios de ar aristocrático e nostálgico ao básico, seja com t-shirt, jeans ou tênis. Uma sintonia que transformou o vestido de veludo em item urbano – e em febre também.

Este olhar avant-garde deu a elas o atestado de que era possível ir além. Durante uma viagem a Nova York, as amigas chegaram a um denominador comum após sentirem a dificuldade de encontrar peças que as impressionassem. Então, a ideia de lançar a Attico foi ganhando forma e, em fevereiro de 2016, foi concretizada.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Coleção de inverno da Attico - Foto: Divulgação
Coleção de inverno da Attico – Foto: Divulgação

A mistura dos universos inspirados na chinoiserie da década de 1920, silhuetas de 1940 e quimonos antigos deu exatamente o efeito desejado. “Queríamos criar um novo guarda-roupa de vestidos especiais, com a sensação de únicos e visual de tesouros vintage”, conta Gilda, que é fã absoluta do estilo vibrante e excêntrico de Cher, enquanto Giorgia prefere o effortless chic de Jane Birkin.

Logo de cara, robes e quimonos de veludo caíram no gosto das consumidoras, ampliando as fronteiras do evening dress vintage para o dia a dia. Com radares afiados, as designers entraram em um embalo criativo que explora aparências nada convencionais.

“Adoramos experimentar formas clássicas em novos materiais, como vinil, crocodilo em relevo, peles falsas ou a criação de combinações inesperadas de cores ou estampas”, diz Giorgia. “A marca é feita para jovens de hoje, cada componente tem um começo nostálgico, mas nós o torcemos para torná-lo cool sem esforço.”

 Coleção de inverno da Attico - Foto: Divulgação
Coleção de inverno da Attico – Foto: Divulgação

Quatro temporadas após a primeira coleção oficial, a Attico já está à venda nos e-commerces mais disputados do mundo, como Net-a-Porter, Moda Operandi, Farfetch, e é a mais recente entrada na brasileira Shop2gether.

Mesmo com seus hits se mantendo entre os preferidos, as designers mostraram interesse em expandir o universo da Attico. “Começamos com a ideia do robe, que ainda está presente e sempre será o núcleo da marca, mas, nas temporadas, adicionamos separates, como vestidos curtos, denim, itens que você pode misturar e combinar com outras peças de seu armário”, comenta Giorgia.

Na lista de criações há também bolsas feitas com paetês ou plumas, mules de cetim e acessórios marcantes, como as caneleiras com fivelas nas versões clean ou cobertas por glitter.

 Coleção de inverno da Attico - Foto: Divulgação
Coleção de inverno da Attico – Foto: Divulgação

E tudo indica que o limite da marca não está na apresentação de peças extras. “No momento, queremos que a Attico cresça como uma marca de roupas, mas nossa ideia é convidar as consumidoras a abraçar o estilo de vida que sugerimos”, diz Gilda, que, ao lado de Giorgia, acumula mais de 450 mil seguidores no Instagram – e, acredite, o lifestyle delas é inspirador.

“Pensamos em expandir a gama de produtos para uma seleção muito especial de objetos que não fazem parte da coleção de roupas, mas relacionados a ela. O nosso site se tornará uma nova plataforma de comércio eletrônico. Mas não podemos revelar muito sobre isso ainda”, adianta Gilda.

Com a determinação e força que a dupla tem, é provável que isso não esteja tão longe de acontecer. Se depender delas, o sentido de crescimento da label vai ser sempre para cima. Afinal, Attico, em italiano, significa “topo”.

Leia também:
T-shirt branca: como usar e arrasar no street style
Laura Harrier é a nova queridinha da moda
Look “total jeans” volta como protagonista neste inverno 2018