Após inventar a cor preta mais escura de todas (sim, isso existe), a designer Phoebe Heess desenvolveu um tecido no tom que faz o que, teoricamente, seria impossível: não aquece quando exposto ao sol.

Com nanotecnologia similar àquela aplicada na fabricação de carros, o item conta com uma risca que possibilita a ventilação, além de íons de prata que evitam os odores corporais. Batizada de VampireBlack, a camiseta feita com o material custa R$ 322 no website da marca.

Formada pela Universidade de ESMOD, na Alemanha, a designer desenvolve atualmente produtos para a Adidas, além de possuir a sua própria marca. Inspirada por Pierre Soulages, ela desenvolve criações monocromáticas com tecnologia de ponta e impacto ambiental baixo.

Leia mais:  Bergdorf Goodman convoca nomes de peso para criar acessórios limitados