O final do desfile, que contou com a apresentação de músicos cubanos - foto: Agência Fotosite
O final do desfile, que contou com a apresentação de músicos cubanos – foto: Agência Fotosite

Por Camila Garcia 

Cuba está na moda. O papa Francisco esteve aqui em fevereiro. Obama e os Rolling Stones em março. Nessa segunda-feira (02.05), pela primeira vez em 50 anos um navio de turismo norte-americano aportou no país em um momento histórico, que reuniu centenas de cubanos que queriam cumprimentar os novos visitantes.

O ponto alto de toda essa efervescência aconteceu nessa terça-feira (03.05), quando a Chanel apresentou sua Cruise Collection aqui.

A programação que precedeu o desfile foi intensa – e inesquecível. Logo no domingo (01.05), dia em que chegamos por aqui, participamos da versnisage da exposição “Obra en Proceso”, na Factoria Habana. A mostra reúne parte do trabalho fotográfico de Karl Lagerfeld, diretor criativo da maison.

No dia da apresentação, mais cenas memoráveis: carros antigos, do período pré-revolução, buscaram os convidados no icônico Hotel Nacional e nos levaram até o Paseo Del Prado, no coração da cidade. Lá, Gisele Bundchen e Tony Castro, neto de Fidel, viram as modelos cruzando a passarela – na verdade, a praça – usando clássicos da maison atualizados com as inspirações militares e com as cores tão características das ruas e dos carros de Cuba.

Para encerrar a noite, músicos locais apresentaram ritmos latinos e conduziram a fila final das modelos, que dançavam animadamente. De lá, todos seguiram para uma festa incrível na Plaza de la Catedral, que teve direito a show da dupla franco-cubana Lisa-Kaindé e Naomi Díaz.