Fotos: Getty Images
Fotos: Getty Images

Por Luigi Torre

Conhecer o passado para entender o futuro. De novo. Sempre. Em ciclos, como a moda, como a passarela do verão 2015 da Dior. Nesta temporada, Raf Simons dá continuidade as ideias que apresentou na alta-costura, em julho, explorando e adaptando a tradição couture ao mundo dinâmico, em alta velocidade e democratizado do prêt-à-porter. Novo e velho aqui se confundem e viram uma coisa só. Passado, presente e futuro estão sempre em constante tensão, tudo junto mesmo tempo agora. Assim mesmo, sem vírgulas, sem demarcações históricas.

Saias com estruturas no quadris (uma nova forma das anáguas do século 18) se combinam a tops híbridos de regata e corpete, casacos longos em estilo Eduardiano (de cetim de seda encorpado e levado ou num incrível couro de vitelo) ganham design simples e gráficos, usados com bermudas de skate e camiseta, jaquetas esportivas ganham volumes de alta-costura nas mangas e as botas de tricô são tecidas manual.

“Comecei a pensar ‘o que é moderno?’. Queria lidar com uma forma de linguagem que fosse quase o oposto da minha inspiração original na Dior”, escreveu Raf sobre a coleção. “Era uma ideia de confrontar o que as pessoas hoje acreditam ser uma estética moderna – me parece mais moderno ir ao passado distante, não à ‘modernizada’ aparência da última década. O desafio foi trazer a atitude da realidade contemporânea a algo muito histórico, trazendo facilidade a algo que poderia ser percebido como teatral. É a atitude que importa”.

Na música, na arte e no cinema, a cultura do remix e dos samples derrubou o que se entende por novo e velho, antigo e moderno, passado e futuro.. É a justaposição de ambos e a tensão que disso resulta, o que torna algo relevante para o agora. Com seu verão 2015, Raf se alinha definitivamente a essa linha de pensamento e colocando a moda realmente as formas de expressão mais importantes do momento.

Clique em nossa galeria para ver looks selecionados da passarela da grife, em desfile realizado nesta sexta-feira (26.09), na semana de moda de Paris: