Por Ligia Carvalhosa

Em tempos de mercado globalizado estações definidas já não fazem sentido. Ou melhor, já não vendem tão bem. Fica fácil, então, entender por que vemos casacos pesados em passarelas de verão e comprimentos míni nas de inverno. Já é realidade entre as principais marcas de luxo oferecer, a cada nova coleção, roupas que possam ser usadas em qualquer lugar do planeta, em qualquer época do ano. Quem ganha com isso somos nós, consumidoras, que encontramos nas araras de grifes internacionais, aqui no Brasil, a mesma coleção à venda em sua matrizes, onde as temperaturas seguem movimento oposto às nossas.

Foi pensando nisso que saímos às ruas em buscas de peças do verão internacional, que não farão feio no nosso inverno. A chave está na combinação de clássicos, com tendências duradouras e outras que estão por vir, num jogo que mistura pro- postas de temporadas distintas em uma mesma produção. O exercício é de styling.

Bustiê, R$ 3.380, e saia, R$ 3.100, ambos Miu Miu; camisa, R$ 3.852, Alexander McQueen no Farfetch; meia-calça, R$ 20, Lupo; e sapatos, R$ 4.850, Christian Louboutin. Banco Pé-Direito Estar Móveis - Foto: Érico Toscano
Bustiê, R$ 3.380, e saia, R$ 3.100, ambos Miu Miu; camisa, R$ 3.852, Alexander McQueen no Farfetch; meia-calça, R$ 20, Lupo; e sapatos, R$ 4.850, Christian Louboutin. Banco Pé-Direito Estar Móveis – Foto: Érico Toscano

Bustiê
Desfilado pela Miu Miu no verão 2015, com a mesma saia lápis que estampa esta matéria, o bustiê com babados foi usado com camisa de referências vitorianas e meia-calça opaca. Nos pés, sapatos pretos alongam a silhueta.

Colete, R$ 3.815, Tory Burch; blusa, R$ 630, Alcaçuz; calça, R$ 428, A.Brand; e tênis, R$ 4 mil, Dior. Buffet UPA e luminária Sospensione Piccola Estar Móveis  - Foto: Érico Toscano
Colete, R$ 3.815, Tory Burch; blusa, R$ 630, Alcaçuz; calça, R$ 428, A.Brand; e tênis, R$ 4 mil, Dior. Buffet UPA e luminária Sospensione Piccola Estar Móveis – Foto: Érico Toscano

Colete de Alfaiataria
Usado com cintura marcada no desfile de Tory Burch, o colete (peça-chave também do nosso inverno) aparece aberto na companhia de gola rulê (item indispensável para dias frios) e calça de tricô desestruturada. Nos pés, tênis, o sotaque esportivo que a moda de agora pede. Conforto máximo!

Blusa de couro, R$ 14.970, Fendi; blusa de tricô, R$ 355, Egrey; vestido, R$ 980, Ellus; e botas, R$ 7.200, Dior. Poltrona Laquila Estar Móveis  - Foto: Érico Toscano
Blusa de couro, R$ 14.970, Fendi; blusa de tricô, R$ 355, Egrey; vestido, R$ 980, Ellus; e botas, R$ 7.200, Dior. Poltrona Laquila Estar Móveis – Foto: Érico Toscano

Jaqueta de couro
O material é de inverno, mas o corte superfino e o efeito navalhado tornam a blusa de couro da Fendi item perfeito para o verão europeu. Por aqui, combine-a com saia de vinil, material 80’s que volta à cena nesta estação, e botas até os joelhos. Adaptação perfeita e on trend.

Vestido Versace; blusa, R$ 279, Calvin Klein; casaco, R$ 836, Puccini; calça, R$ 670, Egrey; e sapatos, R$ 2.210, Christian Louboutin. Poltrona Ipanema Estar Móveis  - Foto: Érico Toscano
Vestido Versace; blusa, R$ 279, Calvin Klein; casaco, R$ 836, Puccini; calça, R$ 670, Egrey; e sapatos, R$ 2.210, Christian Louboutin. Poltrona Ipanema Estar Móveis – Foto: Érico Toscano

Túnica Telada
as estruturas vazadas que apareceram no verão de Balmain, Fendi e Balenciaga chegam também nas coleções nacionais de verão, no segundo semestre. Enquanto isso, sobrepor a peça com calça e blusa de um mesmo tom, mais casaco de alfaiataria, é solução certa para garantir sobrevida à tendência.