Por Sylvain Justum

Só quem é louca por clássicos entende: por mais parecidos que sejam, sempre cabe mais um no closet. Bazaar reúne um time de fãs dos mocassins da Tod’s para explicar por que depois do primeiro, nunca mais pararam de comprar os seus:

À esq. Julie Montgmory usa mocassins Tod's branco R$1.180 e à dir. Joana Fleury com modelo de seu acervo pessoal - Foto: Reprodução/ Harper's Bazaar
À esq. Julie Montgmory usa mocassins Tod’s branco R$1.180 e à dir. Joana Fleury com modelo de seu acervo pessoal – Fotos: Reprodução/ Harper’s Bazaar

“O mocassim vai do baile à feira! Cai bem com tudo, do short jeans à calça social”, começa Julie Montgomery. Desde pequena, a sócia do site Circolare passava longe do termo fashion victim. “Lembro dele até hoje, um modelo bege escuro, quase caramelo. Via nos pés da minha mãe e achava lindo. Quando ganhei o meu, economizava para ocasiões especiais”, diverte-se.

Julie costuma combiná-los a peças casuais e confortáveis – pense em skinnies com a barra dobrada da 7 for all Mankind, t-shirts J.Chermann e malhas da Kenzo. Entre seus modelos preferidos da Tod’s está o de verniz branco. “Clássico e nada óbvio!”.

Já para Joanna Fleury não foi de amor à primeira vista. Ainda criança, quando os pais costumavam vesti-la com macacões de veludo, camisas floridas e mocassins que traziam da Europa, a carioca radicada em São Paulo se contrariava com o look – seu sonho de menina era trocá-los por uma Melissa. As pazes com o sapato só foram feitas anos depois, durante a adolescência. “Fui contaminada pelo estilo 70’s, e os mocassins eram meus complementos preferidos para pontuar o look calça boca-de-sino e camisa”, conta.

Hoje, ela combina seus modelos com camisas bem cortadas e calças de alfaiataria de sua marca, Jous, e maxicolares – de preferência Marni, Lanvin ou garimpados em brechós ao redor do mundo.

À esq. Olivia Tabel e os mocassins Tod's que comprou aos 13 anos; e à dir. Florence Antonio com o par que ganhou da mãe há dez anos - Fotos: Reprodução/ Haprer's Bazaar
À esq. Olivia Tabel e os mocassins Tod’s que comprou aos 13 anos; e à dir. Florence Antonio com o par que ganhou da mãe há dez anos – Fotos: Reprodução/ Haprer’s Bazaar

“Quando eu tinha 13 anos, estava em Milão com minha família e vi uma italiana usando jeans, camiseta e um par de Tod’s. Simples e, ao mesmo tempo, tão chique! Fiquei encantadíssima com a imagem. Juntei todo o dinheiro que minha mãe havia me dado para a viagem e comprei um par. Foi a primeira compra importante que fiz na vida”, conta a gallery girl Olivia Tabet.

Desde o primeiro, o vermelho clássico da foto ao lado que resiste até hoje, foram mais de uma dezena de modelos adquiridos ao longo dos anos. Os mocassins a acompanham tanto com shorts e camisa no final de semana, quanto com calças cigarettes e meias coloridas no dia a dia.

Florence Antonio, proprietária do endereço virtual Arte Hall, tem na mãe, Anne-Marie Antonio, sua referência de estilo. “Foi ela quem me deu meu primeiro Tod’s, há dez anos”, conta. O modelo azul usado na foto segue impecável e mora no guarda-roupa de Flo até hoje.

Assine Harper’s Bazaar