Foto: Divulgação

Jogos de luz, reflexões e geometrias para um efeito cinematográfico monumental: Dolce & Gabbana renova sua butique em Hong Kong na Canton Road, caracterizada pela síntese de seus códigos estéticos.

Tridimensionalidade brilhante: a fachada, que também foi reformada, possui uma imponente tela de 18 metros de altura, composta por molduras retangulares sobrepostas de mármore branco de veias brancas de prata e mármore, visualmente delimitadas por raios de luz brancos.

Foto: Divulgação

Na entrada da butique, uma homenagem à cultura chinesa e ao artesanato italiano: um mosaico colorido de pedra e vidro representando a flor de bauhinia, símbolo da cidade de Hong Kong, criada de acordo com a tradição artesanal de Bel Paese.

Uma escada imperial simétrica acompanha o cliente dentro da boutique, composta por dois espaços retangulares divididos em dois níveis: o primeiro andar dedicado ao universo feminino, enquanto o segundo, subterrâneo, para o estilo masculino.

Foto: Divulgação

Homogêneos em materiais e móveis, os dois andares da boutique são caracterizados por pisos e paredes de mármore italiano polido cinza Carnico, cobertos com barras verticais de madeira de chiclete defumada.

Para contrastar com a continuidade visual dos interiores, as ilhas de mármore branco italiano de prata e prata, do chão ao teto, iluminam os dois andares de vendas, ocupando o precioso material usado na fachada. Os tetos espelhados refletem toda a superfície, criando um jogo de reflexões e perspectivas que destacam e ampliam a sofisticação dos móveis e materiais.

Foto: Divulgação

A linearidade arquitetônica atende à suavidade das formas de decoração, feitas de veludo dourado e latão polido, criando uma união opulenta que forma o pano de fundo para as criações da casa de moda.

A butique abriga as coleções ready-to-wear, acessórios e joias para homens e mulheres. O projeto de reforma da loja foi concluído em colaboração com Eric Carlson, do Carbondale Studio.