Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Foto: Getty Images

Não adianta fugir: o metaverso é a pauta do momento. O assunto ainda pode ser meio nebuloso, com venda de terrenos virtuais, NFTs e tantas outras ações de marcas, mas, é inevitável, a digitalização de ações e objetos que fazem parte do nosso cotidiano ganha cada vez mais força. O movimento agora é descobrir como cada pessoa vai incluir esse movimento em sua realidade – incluindo na moda.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Enquanto diversas marcas entram para games e plataformas com produtos e skins, a Dolce & Gabbana faz o movimento oposto e traduz o que vemos nas telas em seu desfile físico – o que não a deixa de fora de ações digitais, como pode ser visto no movimento da marca em convidar Satiko, influenciadora literalmente digital criada por Sabrina Sato, para assistir à apresentação.

O cenário do desfile também reforça o movimento da marca em mergulhar no metaverso, como já havia feito em sua última coleção masculina. Enormes telas reproduziam desenhos gráficos neons, que remetem a cidades e personagens de vídeo games. Já nas roupas, a inspiração aparece nas texturas e cores escolhidas – que refletem e iluminam, criando efeitos semelhantes às telas que nos acompanham diariamente – e nos shapes futuristas, como os óculos finos e assimétricos e os ombros a la Mad Max.

Uma verdadeira aula de toda a bagagem que a pauta ainda vai trazer para o mundo da moda, veja dez coisas que amamos do desfile:

O reflexo

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

O couro metalizado, que aparece em vermelho, azul, prateado e dourado, reproduz o reflexo e a luminosidade criados pelas telas.

Os óculos

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

O acessório must have da Dolce & Gabbana nesta temporada são os óculos: futuristas e grandiosos, eles aparecem em diferentes formas e, muitas vezes, unem diferentes shapes em um mesmo acessório.

Os personagens

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

As skins que enfeitam os personagens nos jogos ganham vida na coleção, ao oferece ao público uma forma de vivenciar na vida real o que são nos jogos. Essa característica fica clara nos enormes casacos de pelúcia e nas roupas que criam uma segunda-pele colorida.

A sobriedade

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

Os looks all-black são a maioria na coleção, o que cria um tom sóbrio e elegante a um tema tão fun.

A transparência

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

Vestidos, capas e blusas transparentes sobrepõe e expõem o underwear, criando uma modelagem que parece flutuar ao redor do corpo das modelos.

Um perna só

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

A assimetria aparece de diferentes formas ao longo da coleção, mas o que se destaca são as calças que recebem uma perna comprida e outra curta, inovando a peça.

Os ombros

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

Assim como a Versace, a Dolce & Gabbana se joga nos enormes ombros e chega a deixar ombreiras à mostra nas peças transparentes.

A pelúcia

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

Além dos casacos coloridos e exagerado, a pelúcia é usada para criar detalhes e vestidos dignos de red carpet.

As amarrações

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

O que já foi detalhe nos vestidos justos da Dolce & Gabbana, as amarrações estruturam peças inteiras nesta temporada.

O casulo

Dolce & Gabbana se joga no metaverso e cria coleção futurista
Fotos: Divulgação

Assim como o metaverso pode criar um casulo de escape da realidade amarga que vivemos, peças que cobrem a cabeça criam verdadeiros abrigos no inverno 2022 da marca.