Olivia Palermo com Emar Batalha - Foto: Alexandre Virgílio/SiterRG
Olivia Palermo com Emar Batalha – Foto: Alexandre Virgílio/SiterRG

A sua atual coleção é intitulada Glam. Como você buscou referências para criá-la?
A Glam é muito diferente de tudo que eu faço porque o forte da minha marca é o colorido, a joia do cotidiano, uma mulher que viaja, trabalha muito e usa a mesma peça do trabalho em um casamento. E nessa coleção eu quis fazer algo glamoroso, como o próprio nome já diz. Eu comecei a pesquisar os grandes bailes porque, quando falamos de joia glamorosa, falamos em festa. Então busquei os grandes bailes dos anos 60, 70, 80. Achei ok, lindas as joias, mas não era aquilo que eu queria. Foi aí que pensei sobre como as divas modernas vão atualmente aos grandes bailes. Eu não as vejo com colares de esmeralda que fazem com que elas mal segurem o pescoço, ou com as tiaras que as mulheres usavam, independente de serem princesas. A mulher de hoje é mais sexy, a joia faz parte da roupa e com isso essa ideia eu fui buscar que mulher seria essa. Cheguei à Olivia. Pensei: “essa é minha mulher”. Ela é a cara da Glam e ela traduz o que eu penso.

E como foi o processo de fechar essa parceria com a Olivia?
Antes de fechar essa parceria, eu mandei todas as fotos para ela porque ela não entraria em nada que ela não acreditasse, então foi um namoro.

Anel de turmalina Paraíba, diamante e ouro branco, da coleção Glam - Foto: Marília Leoni/SiteRG
Anel de turmalina Paraíba, diamante e ouro branco, da coleção Glam – Foto: Marília Leoni/SiteRG

E como foi esse namoro?
Esse namoro começou há seis meses para ter toda essa inspiração e ela acreditar na coleção. Quem vê o Instagram dela percebe que ela não tem o perfil de comercial, então por aí é possível ver. Foi um caminho longo, ela estava na cidade do México ontem e eu só tinha essa data. Ela fez uma mega esforço para estar aqui e só vai ficar um dia, ela já tem outro compromisso depois de amanhã.

E, afinal, o que é glamour para você?
Glamour para mim é Olivia Palermo, que é uma mulher que está vestida hoje de Mango, uma marca super popular, mas que está com um lindo acessório, cabelo impecável. Glamour está ligado à postura corporal, ao tom de voz. Eu acho que não é só uma boa roupa, é todo um comportamento, por isso muita gente tenta chegar lá, mas não consegue. É um conceito de comportamento.