Foto: divulgação
Foto: divulgação

“Se não trabalhássemos juntos nessa vida, trabalharíamos em outra fazendo coisas lindas que nós gostamos”, disse Eduardo Pombal sobre sua antiga amizade com a estilista Martha Medeiros, que agora se transformou também em parceria profissionalO ex-diretor criativo da Tufi Duek anunciou nesse final de semana sua ida para a marca homônima da designer alagoana. Ambos se conheceram por meio de uma florista que prestava serviço para as duas marcas. “Assim que anunciei minha saída da Tufi, Martha me ligou para fazer o convite. Pedi um tempo para pensar e então se passaram alguns meses. O assuntou voltou à tona e pensei: ‘Por que não?’”, explica ele, que assumirá mais uma vez a função de dirigir a parte criativa da label.

Eduardo Pombal anuncia ida para etiqueta de Martha Medeiros

“A Martha tem um ótimo trabalho e uma ótima equipe, e estava precisando de alguém com uma base em peças mais comerciais”, conta o designer, que terá o papel de deixar o guarda-roupa da mulher Martha Medeiros mais completo, criando peças com mais informação de moda, sem perder o DNA da marca. “Estamos com uma visão internacional: a Bergdorf Goodman já veio conversar conosco, estamos equilibrando as peças. Eu sou mais minimalista e a Martha é mais barroca, então estamos dosando isso nas criações”, continua.

Vestido de noiva da Martha Medeiros - Foto: Alexandre Virgilio
Vestido de noiva da Martha Medeiros – Foto: Alexandre Virgilio

A primeira coleção assinada por Eduardo para a Martha Medeiros será em formato cápsula e de alto-verão, especial para uma pop-up store em Trancoso, mas que também será vendida em São Paulo. “Será bem casual, bem no clima final de ano na praia, com peças desconstruídas. Todas terão algum detalhe em renda, algumas em seda, outras em algodão. Na cartela de cores temos off-white e o branco, mas também o verde bandeira, dourado e o azul turquesa. É bem para uma mulher que passeia de barco ou gosta de andar na praia.”

Depois, ele se dedicará ao inverno 2017, que talvez traga peças de alfaiataria, jeans e, quem sabe, até devore. ”Se eu for fazer um jeans, ele será um jeans bacana, com modelagem e lavagem legais. Ele com certeza terá a assinatura da Martha, que é a renda”, comenta Eduardo. ”Estou apresentando novas propostas à ela, e ela é ótima em recebê-las. Ela não fecha a porta de cara, Martha  escuta as ideias e vai falando o que acha”