Foto: reprodução
Foto: reprodução

O estilista italiano Massimo Piombo foi sentenciado a três meses de prisão domiciliar por furtar samples de tecidos da Hermès enquanto visitava o arquivo têxtil da marca, na cidade de Lyon. O estilista foi pego, em 2014, ao embarcar no aeroporto da cidade francesa rumo à Itália com oito peças vintages escondidas nas meias e nos bolsos internos de sua jaqueta, de acordo com o site AFP. Ele terá de arcar com a fiança de cerca de R$ 62.103, mais o custo de danos à patrimônio privado de (R$ 20.719) e custos legais no valor de R$ 8.269, segundo o WWD,