Francesca Amfitheatrof, a nova direto da Tiffany&Co - Foto: reprodução
Francesca Amfitheatrof, a nova diretora criativa da Tiffany&Co – Foto: reprodução

Pouco meses após o escândalo envolvendo sua ex-vice presidente – Ingrid Lederhaas-Okun foi declarada culpada por roubar mais de 165 peças da joalheria – a Tiffany&Co divulgou nesta terça-feira (10.09) Francesca Amfitheatrof como nova diretora criativa da label. A moça que já assinou coleções para Chanel, Fendi e Marni assume o cargo ocupado por John Loring entre 1979 e 2009, ano em que o designer se aposentou ganhando o cargo de diretor criativo emérito.

Francesca coordenará uma equipe de 23 pessoas e responderá diretamente ao vice presidente Jon King. “Se você olhar para a nossa história, houveram momentos em que a casa foi dirigida por pessoas que têm uma presença pública e também momentos em que esse não é o caso. Como já expandimos globalmente, pensamos que este era a hora certa para trazer Francesca”, declarou o CEO Michael Kowalski

Animada com a nova empreitada, a designer declarou observar semelhanças entre o seu trabalho pessoal e os arquivos da joalheria, mas não descarta novidades. “É claro que a Tiffany tem linhas muito conhecidas que fazem parte do seu DNA e quero trabalhá-las, mas isso não quer dizer que eu não queira propor novas coleções”, declarou a diretora criativa lembrando que sua vontade é surpreender. Entre os planos, renovar a linha de bolsas da label, bem como reestruturar a coleção de óculos produzidos em parceria com a Luxottica.