Na primeira linha, a arquiteta mexicana Frida Escobedo; no meio, a também mexicana e artista plástica Milena Muzquiz; e, na linha de baixo, a escultora argentina Luna Paiva: três versões de narrativas femininas para a bolsa BoXYZ, de edição limitada, da Ferragamo - Fotos: Divulgação
Na primeira linha, a arquiteta mexicana Frida Escobedo; no meio, a também mexicana e artista plástica Milena Muzquiz; e, na linha de baixo, a escultora argentina Luna Paiva: três versões de narrativas femininas para a bolsa BoXYZ, de edição limitada, da Ferragamo – Fotos: Divulgação

Por Marilia Neustein

Não é de agora que as mulheres latino-americanas são ícones a serem seguidos – no mundo da arte, moda, política e ativismo. Frida Kahlo, Pagu, Rigoberta Menchú, Tarsila do Amaral, Camila Vallejo e Michelle Bachelet. Só para citar algumas. Mas, pelo que sopra o vento atual, já é possível prever que elas vão chegar com tudo em 2020.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

De olho nessa tendência, a Salvatore Ferragamo convidou três designers latino-americanas para uma collab: trata-se de uma releitura da bolsa “BoXYZ”, idealizada pelo diretor criativo da marca, Paul Andrew, com o objetivo de homenagear mulheres e sua inventividade.

Para esse trabalho foram eleitas a arquiteta mexicana Frida Escobedo, a escultora argentina Luna Paiva e a artista plástica, também mexicana, Milena Muzquiz. As três são consideradas, cada uma a sua maneira, importantes narradoras do papel da mulher na sociedade contemporânea e, portanto, nomes fortes para celebrar a força feminina desse design.

Para Frida Escobedo, a mais jovem arquiteta a projetar um pavilhão na famosa galeria londrina Serpentine, a relação entre a marca e a cultura latina é forte. “Acho que as mulheres latino-americanas têm um longo relacionamento com a Ferragamo. Não cresci em uma família rica, mas vi mulheres vestindo a marca desde jovem. É um clássico”, revela, em entrevista à Bazaar.

Apesar de já ter feito colaborações pontuais para linhas de móveis de design, é a primeira vez que a arquiteta realiza um trabalho voltado para o universo da moda. A razão pela qual aceitou participar do projeto não foi casual. “A Ferragamo tem uma abordagem muito particular sobre luxo e design. Por um lado, o artesanato é impecável, mas também foi uma casa pioneira no entendimento do relacionamento das mulheres com os acessórios: desde formas muito experimentais e materiais inovadores até a personalização dos produtos para as clientes, a fim de adequá-las perfeitamente”, enfatiza.

Moda e design são formas de autoexpressão, diz a arquiteta – responsável por importantes projetos, como a Plaza Cívica, em Lisboa, e uma famosa intervenção no Museu Victoria and Albert, em Londres. Projetar a personalidade individual por meio desses canais – moda, arquitetura, design ou arte – são ferramentas de comunicação que auxiliam o relacionamento entre pessoas e também a interação com o espaço onde vivem, ela explica.

A partir dessa reflexão, e com seu olhar de arquiteta voltado para fachadas, uma de suas especialidades, ela criou sua edição limitada da “BoXYZ”, mais precisamente inspirada em um de seus últimos projetos: o edifício Mar Tirreno, na Cidade do México. “Sempre fui fascinada pelas infinitas interações que as combinações binárias podem fornecer: vazio e massa, luz e sombra, transparente ou opaco. Essa configuração binária também dá lugar a infinitas combinações no design têxtil: como o fio que passa por cima de outro fio em um tear”, conclui.

Trabalhar com Paul Andrew também foi algo que a inspirou. “Ele está desenhando para alguém que aprecia uma peça bem trabalhada, prática, elegante e atemporal. Algo que irá se adequar a seu estilo de vida e também se tornará um objeto que ela poderá transmitir à próxima geração.” Em tempo: as bolsas têm edições limitadas. Foram criadas 85 peças, em tamanho médio, que estarão disponíveis no site e em lojas selecionadas no México, Argentina e Brasil.

Leia mais:
Nova geração de designers leva posicionamentos e movimento slow para passarela
Salvatore Ferragamo lança collab com três artistas latino-americanas
10 coisas que amamos do pre-fall 2020 da Salvatore Ferragamo