À esq. look do verão 2014 da Givenchy apresentado nesse domingo (30.09). À dir. o modelo desenvolvida por Eduardo Pombal para o verão da Tufi Duek - Fotos: Getty Images e Fotosite
À esq. look do verão 2014 da Givenchy apresentado nesse domingo (30.09). À dir. o modelo desenvolvida por Eduardo Pombal para o verão da Tufi Duek – Fotos: Getty Images e Fotosite

A Givenchy desfilou nesse domingo (30.09) sua coleção de verão 2014, em Paris. Aqui no Brasil o show causou um rebuliço e tanto entre os fashionistas. O motivo? Um dos looks criados por Ricardo Tisci muito se assemelhava a um modelo da passarela de verão 2014 da Tufi Duek apresentado em março deste ano, no SPFW. O plissado da divergência é da Jakob Schaepfer, uma das mais importantes tecelagens do mundo. “Foi uma grande coincidência. Gostamos do mesmo tecido”, explica Eduardo Pombal, estilista da marca brasileira.

A Tufi Duek detém a exclusividade do tecido multicolrido apenas na América Latina e tudo indica que Tisci não sabia que o mesmo já havia sido usado. Essa não é a primeira coincidência fashion que acontece nas passarelas, é por isso que algumas marcas, como a Osklen, por exemplo, optam por desenvolver suas estampas e tecidos internamente.

“Nunca fui ou comprei em estúdios de design de estampas ou de tecelagens. Todas as estampas das minhas coleções são criadas no meu estúdio de design gráfico ao mesmo tempo e com a mesma inspiração que o atelier de moda. Acho mais divertido e interessante assim. Além da total exclusividade e originalidade,” comentou Oskar Metsavath no Instagram da nossa diretora de redacão, Maria Prata (@mariaprata).

Zoom no polêmico plissado multicolorido - Foto: Getty Images
Zoom no polêmico plissado multicolorido – Foto: Getty Images