Francesca Diana Romana sempre foi apaixonada pelos tradicionais azulejos portugueses, mas, até então, não tinha pensado em transformá-los em joias. Foi o que fez recentemente – e a quatro mãos. Depois de uma viagem a Lisboa, em 2015, trouxe na mala uma série de fotos que resultaram em preciosas peças, desenhadas com a pintora Lelli de Orleans e Bragança. “Quando comecei a idealizar a coleção, logo pensei nos traços dela”, diz Francesca sobre a amiga e parceira de longa data. “Já criamos outros acessórios e até porcelanas”, conta. “Pintei painéis imensos na casa da Francesca e viramos amigas”, relembra Lelli. “Hoje, influenciamos a arte uma da outra.”
Foram seis meses entre moldar as peças, escolher as pedras (todas brasileiras, vale dizer) e estampá-las com as pinturas da artista, num processo de vitrificação que confere aspecto esmaltado às joias. São brincos, anéis e pulseiras impregnados de tradição e memória, mas, ao mesmo tempo, de contornos modernistas e absolutamente atuais. “Era um desejo antigo. Convivo com azulejos desde menina, me lembram os pisos dos palácios e terraços de Nápoles, cidade onde nasci”, revela Francesca. A coleção chega às lojas da designer este mês.

:: francescaromanadiana.com