Desfile Tufi Duek, Inverno 2012

Por Sylvain Justum

Um inverno futurista com o pé nos anos 40. Parece surreal, mas é exatamente isso que Eduardo Pombal inventou para a Tufi Duek.

E o resultado é forte, fortíssimo. Na poderosa sequência de looks texturizados, onde tules saltam em 3D – na bela abertura em branco a la princesa Léia, bem Star Wars -, lãs encontram o lurex para brilhar em prateado e rendas guipure ganham camada siliconada, a silhueta é estruturada e longilínea.

A saia-lápis, como vimos no Fashion Rio, parece fazer um comeback em grande estilo. Aqui, ela domina as ações, seja combinada com pelerines estruturadas ou tops de ombros marcados, de traços minimalistas.

O corpo das guerreiras segue desenhado por vestidos ajustados, com discretos recortes esportivos e cinturinha de pilão, daqueles que pedem movimentos contidos na hora de caminhar. E você pode pisar com as boas ankles boots de salto vírgula, afiveladas como alguns detalhes mais fetichistas de alguns looks.

MELHOR LOOK: O vestido preto, bordado e de ombros estruturados que fecha o desfile. O desenho das pedras escuras ajudou a desenhar mais ainda a silhueta

ACESSÓRIO: Adoramos o anel de metal preso entre o polegar e o indicador, contornando o interior da mão