O desfile de inverno 2016 da Balmain - Foto: Getty Images
O desfile de inverno 2016 da Balmain – Foto: Getty Images

O Google está fazendo algumas mudanças para o mês de setembro, considerado o mais importante para a indústria fashion. A plataforma de busca irá apresentar os resultados de uma forma diferente em alguns países quando o termo pesquisado for relacionado a designers e semanas de moda.

Os próprios estilistas estão envolvidos na escolha do que será exibido quando as pessoas digitarem seus nomes. Com isso, a ideia é promover seus desfiles e, no caso daqueles que aderirem ao see now, buy, os locais onde a peças estão à venda logo após à apresentação.

Algumas mudanças na interface já estão em uso. Se você buscar “fashion week”, por exemplo, o site traz um novo módulo que exibe fotos, vídeos e anúncios das etiquetas que podem estar ligados ou não ao próprio website.

A nova interface de pesquisa - Foto: divulgação
A nova interface de pesquisa – Foto: divulgação

Durante as semanas de moda internacionais, que começam na próxima quarta-feira (07.09), mais detalhes sobre os designers irão aparecer, como a inspiração das coleções e fotos dos backstages dos desfiles. Com tudo isso acontecendo, os usuários também serão capazes de procurar por imagens de street style, da passarela, dos bastidores e de festas, tudo isso graças a parceiros como o FirstView e o BFA. Algumas das marcas envolvidas no projeto são Marc Jacobs, Stella McCartney, Tom Ford, Christopher Kane, Prada, Burberry e Hermès.

Embora esta seja a primeira vez que o recurso seja utilizado na semana de moda, a ideia não é inédita: o Google já tem apostado na pesquisa aprofundada em outros eventos, como o Oscar, Coachella e até mesmo os recentes Jogos Olímpicos Rio 2016. A iniciativa marca uma fusão crescente do mundo da moda e da tecnologia. Resta a pergunta: seria uma revolução do jornalismo de moda?