Ali Hewson e Bono em campanha da Louis Vuitton, fotografada na África - Foto: Divulgação
Ali Hewson e Bono em campanha da Louis Vuitton, fotografada na África – Foto: Divulgação

A grife com pegada sustentável Edun, fundada por Ali Hewson e Bono, líder do U2, não pertence mais ao grupo LVMH – gigante do mercado da moda responsável por marcas como Louis Vuitton, Givenchy e Bvlgari, entre outras.

Não se sabe ainda qual será o futuro da label no mercado, mas a coleção de verão, que acaba de chegar às lojas, é a última da parceria.

Fundada em 2009 com o objetivo de mostrar o trabalho de artesãos e fabricantes africanos, a Edun será comprada de volta pelo casal.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Looks da grife Edun - Foto: Divulgação
Looks da grife Edun – Foto: Divulgação

A Edun fez fama logo em sua estreia com seus projetos sociais na África. A grife trabalhou durante seis anos com um grupo de 8 mil agricultores de Uganda e também fez lobby no congresso norte-americano para aprovar projetos sociais em prol do continente. Já foram estilistas da grife nomes como Rogan Gregory, Sharon Wauchob e Danielle Sherman.

A notícia chega dois dias depois do bombástico comunicado de que a Tomas Maier não integra mais o grupo Kering e vai fechar suas lojas físicas e e-commerce. Tempos difíceis para a moda…

Leia também:
Grupo Kering encerra parceria com Tomas Maier
Diesel + Edun: Renzo Rosso e Ali Hewson lançam coleção-cápsula
Chopard aposta em ouro responsável para as suas joias