Colar com corrente de madeira e prata e pulseiras de prata envelhecida - Foto: Divulgação
Colar com corrente de madeira e prata e pulseiras de prata envelhecida – Foto: Divulgação

Por Silvana Holzmeister

De cara, são joias com estética industrial. Mas, experimente observar, um pouco mais atentamente, o universo da Parts of Four na timeline do Instagram ou no site da marca, criada em 2012 pelo americano Evan Sugerman, para perceber que uma atmosfera mágica embala as peças.

É essa combinação, em princípio distante, que dá a elas aspecto pesado e leve, antigo e futurista ao mesmo tempo. E, certamente, sem gênero. “Nunca houve uma definição de cliente. Acho que vejo as joias como objetos, ou mesmo ferramentas. E objetos podem ser muito poderosos”, conta ele à Bazaar.

Anéis, pulseiras e braceletes em prata fosca - Foto: Divulgação
Anéis, pulseiras e braceletes em prata fosca – Foto: Divulgação

Formado em Artes Plásticas com ênfase em instalações multimídias, movimentos mecânicos e ambientes de sons reativos, Sugerman mistura meditação zen e engenharia no seu processo criativo. “Quando se trabalha em espaços imersivos, cada parte desempenha um papel. Imagino as joias da mesma maneira. Cada uma delas é componente de um conceito maior. Juntas, criam uma espécie de ecossistema”, explica.

Ainda que a joalheria seja naturalmente um terreno slow, ele procura não se desviar dessa essência, tanto que trocou o conceito de coleção pelo de expansão – adicionando itens constantemente. “Minha esposa, Jannah, também desempenha um papel fundamental no processo. Ela é uma fonte de inspiração xamânica, uma visão do mundo exterior e um espelho para me permitir ver as coisas de maneira diferente”, diz o artista, que nasceu em Nova York, cresceu em Los Angeles e hoje mora em Bali, onde mantém o ateliê e a oficina.

O resultado dessa trajetória é cosmopolita, mas temperada com crenças que cultivam o espírito da natureza. Mas não pense que o casal vive alheio ao mundo. Frequentemente, é preciso deixar o paraíso na Indonésia para acompanhar a loja no Marais, em Paris.

Colar com madeira, prata e pingente de cristais brutos. Anéis e braceletes de prata fosca - Foto: Divulgação
Colar com madeira, prata e pingente de cristais brutos. Anéis e braceletes de prata fosca – Foto: Divulgação

Com posicionamento cool e underground, a Parts of Four é daqueles achados que falam por si. As joias de Sugerman misturam prata, ouro, cristais brutos, madeira, couro de búfalo e garimpagens como pontas de flecha de tribos indígenas. E há sempre processos químicos interferindo no aspecto final. “Adoro a ideia de um misterioso processo científico que combina elementos”, comenta.

No final do ano passado, Beyoncé surgiu usando vários colares em uma das fotos de backstage do clipe de “Family Feud”, a faixa-título do mais recente álbum do marido, o rapper Jay-Z. “Foi uma grande honra. Não temos assessoria de imprensa, de modo que o relacionamento com celebridades tem sido totalmente orgânico”, explica o designer.

Evan Surgeman - Foto: Divulgação
Evan Surgeman – Foto: Divulgação

Já o estilista Rick Owens é uma espécie de padrinho da marca. “Ele acreditou nas minhas habilidades em um momento em que eu não fazia isso e me deu a chance de desenvolver várias peças para suas coleções. Não estamos trabalhando juntos atualmente, mas permanecermos próximos como uma família”, conta.

A ideia de interconexão está por todos os lados na marca. “Penso que (por meio das joias) posso participar da criação de um vínculo comum entre pessoas de diferentes grupos sociais. Somos todos parte de algo e, às vezes, um pequeno link físico pode ser uma lembrança disso”, analisa o designer, que chegou ao nome da marca num longo processo de brainstorm. Uma das anotações era para lembrá-lo de dividir processos em quatro partes. “Reli e estava lá, Parts of Four. That’s a killer name!”

Anéis em prata com detalhes em baixo relevo - Foto: Divulgação
Anéis em prata com detalhes em baixo relevo – Foto: Divulgação