Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Para divulgar a coleção de verão 2020 da GucciAlessrando Michele mergulhou em um universo fantasioso em que seres humanos e cavalos convivem lado a lado em situações tipicamente humanas, como andar de avião, fazer compras e até abastecer o carro. Tudo, obviamente, enquanto vestem looks extravagantes da marca.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

“Nunca subestime o poder de um trio. ‘Omnio tria divina sunt’, diz o velho ditado. Ainda mais se o trio inclui um cavalo. O cavalado de longos pelos presos um animal de estimação? Um membro da família? Um auxiliar de terapia? Uma referência a linhagem equestre duradoura no DNA da Gucci? Uma encarnação mitológica de uma divindade de mensagens de amor? Talvez todas as opções, talvez nenhuma”, diz a descrição da campanha.

Pensando nessa ligação entre a marca e o animal, a Gucci introduziu o cavalo como um dos protagonistas de sua nova campanha, que tem cenários comuns do cotidiano, como uma cozinha, o trânsito e uma piscina, todos com a presença da figura ilustre. “Não há donos nessa relação. A campanha é um exercício de ambiguidade calorosa, um ato de surrealismo diário, uma celebração do paradoxal”, explica o comunicado.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Alessandro Michele, que assina a direção criativa da marca e da campanha, trabalhou ao lado do diretor Yorgos Lanthimos para transformar sua ideia em um produto visual, deixando o enredo para os espectadores delinearem. O resultado facilmente remete o”The Lobster”, um dos longas dirigidos por Lanthimos em que todos os homens e mulheres que não conseguem encontrar um parceiro são transformados em seu animal preferido para a eternidade.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“O cavalo, afinal, pode ser apenas um humano em uma nova incarnação. Não deve ser esquecido, também, que Zeus costumava usar a figura de um animal quando queria seduzir. Então, de novo, cavalos são um símbolo de liberdade e o desfile de verão 2020 da Gucci foi sobre o poder da moda de quebrar uma jaula de regras com a determinação do estilo pessoal. Sua presença nas imagens pode funcionar como uma lembrança disso”, diz o comunicado emitido pela label.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Para finalizar, a mensagem principal – tanto do vídeo quanto das fotos – é que não dá para chegar a uma verdade absoluta da história, já que ela está no olhar e nas maneiras de quem a assiste.

Leia mais:
Gucci celebra Ano-Novo Chinês com coleção em parceria com a Disney
Pochete: 10 maneiras fashionistas de usar o acessório
Produções de verão pedem peças multiculturais