Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (18.06), Paul McCartney completa 70 anos de idade. E, para comemorar o aniversário do ex-Beatle e um dos maiores músicos de todos os tempos, reunimos algumas curiosidades interessantes sobre ele.

Confira!

#nome
O nome completo dele é James Paul McCartney; filho de James McCartney e Mary Patricia McCartney. Em 1997, a certidão de nascimento de Paul foi leiloada por US$ 84.146.

#começo
Quando conseguiu seu primeiro violão, Paul teve muita dificuldade para tocar e não entendia o motivo. “Não percebi que era por ser canhoto. Só descobri que usava o violão do lado errado quando topei com uma foto de Slim Whitman, que também era canhoto”.

#amizade
Mimi, tia de John Lennon, não aprovava a amizade com Paul, pois ele era “da classe trabalhadora”. Já o pai de Paul afirmava que Lennon ainda iria criar problemas para o filho, mas permitiu que os Quarrymen (primeira banda da dupla) ensaiassem na casa dele.

#drogas
A primeira experiência de Paul com drogas foi na série de shows que os Beatles fizeram em Hamburgo, na Alemanha, no início da carreira, em 1960. Todos na banda tomavam o estimulante Preludin, para aguentar madrugadas inteiras tocando. O filme Backbeat detalha a turnê.

#multi
Paul toca baixo, guitarra, violão, piano, canta… É um músico completo e autodidata, quase sem educação formal. Nos shows da última turnê, ele faz cerca de 20 trocas de instrumentos, entre eles, bandolim e ukelele.

#hit
“Yesterday” é a música mais regravada de todos os tempos, com mais de 2.200 versões. A música foi creditada à dupla Lennon/McCartney, mas composta apenas por Paul. Em 2000, ele pediu a Yoko Ono para alterar o crédito para McCartney/Lennon na coletânea The Beatles Anthology, mas ela se recusou.

#solo
Em abril de 1970, Paul lançou seu primeiro álbum solo, McCartney, que vendeu mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo.

#fé
O parto de sua segunda filha, Stella foi muito complicado. Sua esposa Linda e o bebe quase morreram. Enquanto rezava, a imagem de asas vieram à mente do músico, que resolveu batizar sua nova banda de Wings (asas, em inglês).

#união
Paul e Lennon voltaram a tocar juntos apenas uma vez após o fim dos Beatles. Em 1974, John estava produzindo um disco de Harry Nilsson, quando Paul apareceu no estúdio com Linda. O resultado foi lançado como o bootleg “A toot and a snore”, em 1992. A banda tinha John, Paul, Stevie Wonder e Linda.

#prêmios
Paul foi indicado ao Oscar três vezes por músicas compostas para filmes. Como artista solo por “Live and let die”, do filme Com 007 viva e deixe morrer (1973), e por “Vanilla sky”, do filme de mesmo nome (2011). Com os Beatles, ganhou em 1971 com “Let it be”.

#cinema
Paul foi interpretado nas telonas e na TV pelos atores Thomas Brodie-Sangster (Nowhere boy), Gary Bakewell (Backbeat), Mickael Sébastien Vitanza (I’m not there), entre vários outros.

#revés
Nem tudo que ele fez deu certo. Em 1984, McCartney escreveu, produziu e estrelou o filme Give my regards to Broad Street. As críticas foram péssimas e o público ignorou o filme. Mas a trilha sonora, com o guitarrista David Gilmour, do Pink Floyd, no hit “No more lonely nights”, foi elogiada.

#futebol
Paul gosta do esporte e já esteve em estádios algumas vezes. Por influência da família ele torce para o Everton, mas já afirmou que também simpatiza com o Liverpool, pois são os dois clubes de sua cidade.

#prisão
Em 1980 Paul passou 10 dias preso em Tóquio após ser pego com 218 gramas de maconha no aeroporto: “Eu sabia que não conseguiria arrumar nada para fumar por lá. Esse bagulho era muito bom para jogar privada abaixo, então resolvi levar comigo”.

#vegan
Paul e sua primeira esposa, Linda, tornaram-se vegetarianos e defensores dos direitos dos animais num dia em que estavam comendo carneiro e o cantor viu pela janela carneiros no campo. Durante suas turnês, os membros da equipe não podem comer carne. Nenhum alimento animal pode ser servido no backstage dos shows e também não pode haver nenhum móvel de couro ou origem animal. Mesmo os assentos de suas limousines não podem ser de couro.

#gosto
Paul adora flores. Ele deixa isso bem claro em suas exigências para shows: “É muito importante usar uma florista com reputação”, que consiga lírios e rosas brancas com muita folhagem, pequenas gardênias e frésias de vários cores e tamanhos.

#artes
Paul pintou mais de 500 quadros. Ele começou a pintar em 1983 e fez sua primeira exposição em 1999, em Siegen, na Alemanha. As pinturas traziam retratos de Lennon, Andy Warhol e David Bowie, além de fotografias de Linda.

#herdeiros
Mary, a primeira filha, é uma famosa fotógrafa. Stella é uma das grandes estilistas da atualidade. O filho James também é músico e chegou a ser cogitado para um projeto de banda cover dos Beatles, com a participação dos filhos dos músicos originais.