Fotos: Getty Images

Maria Grazia Chiuri e Pierpaolo Piccioli buscam inspiração nos retratos realistas criados pelos mestres da pintura holandesa do século 17 para pincelar a romântica coleção de inverno 2014 da Valentino, apresentada nesta terça-feira (05.03), em Paris.

Assim como as obras da época, os designers mantém o foco na parte de cima do corpo, abrindo o desfile com uma série de minivestidos de shape A – hits conhecidos da dupla –, pretos e azuis, com ricos bordados brancos aplicados nas golas, quadris e punhos.

A partir daí, uma procissão de vestidos ainda mais rebuscados invade a passarela, com comprimentos longos e curtos, sempre chamando a atenção para os ombros e o pescoço, como os modelos com golas de camisa branca, separados na parte de cima por finas camadas de tule transparente. As construções ajudam a evidenciar o clima de luxo minimalista, às vezes um tanto monástico, que paira pela coleção e também pode ser visto em outros looks, como o macacão tomara que caia de alfaiataria azul cobalto.

Mas, como estamos falando da Valentino, uma marca que tem em seu DNA um alto nível de detalhes e decoração, Chiuri e Piccioli tratam de honrar o legado da Maison, utilizando uma série de materiais nobres como couro, renda, tule, seda, organza e veludo, num exercício artesanal impressionante. Também não há como deixar de mencionar as estampas inspiradas em antigas porcelanas holandesas, que transformam alguns looks da coleção em verdadeiras esculturas.